Mário Bittencourt usa rede social para lamentar morte de torcedor tricolor






Em texto, Mário Bittencourt se despediu do torcedor tricolor Eli da Silva Chaves

Na tarde desta segunda-feira (04), o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, utilizou seu perfil no Instagram para lamentar a morte do torcedor tricolor Eli da Silva Chaves, que faleceu no último sábado (02). Em texto de despedida, o mandatário tricolor ressaltou sua relação de amizade com o “seu Eli”, como era carinhosamente chamado. Confira abaixo a íntegra da publicação:

“Hoje recebi a notícia de que no dia 2 de maio faleceu o meu amigo Eli da Silva Chaves. Seu Eli, como era carinhosamente chamado por todos, era um grande tricolor e frequentava semanalmente os treinos quando eram realizados em laranjeiras. Cadeirante, ele saia de casa sempre com o apoio de amigos e parentes para acompanhar os treinos e os jogos do nosso tricolor. Um dia, quando, eu era vice presidente de futebol, cheguei ao clube e vi uma faixa estendida em minha homenagem no alambrado. Quando cheguei perto, vi que era um carinho do seu Eli pela nossa amizade. Que grande figura, que alegria, que doçura, que amor pelo Fluminense. Numa outra oportunidade, quando minha mãe ainda era viva, ele a conheceu na saída do Maracanã e disse a ela que gostava de mim como um filho e deu um grande beijo em meu rosto. Era assim que nos cumprimentávamos sempre, um abraço forte e um beijo sincero de grandes amigos. Essa foto nossa e do último encontro que tivemos, na saída do jogo Bangu x Fluminense em moça bonita pelo estadual de 2020. Como sempre, demos boas risadas, um longo abraço, um beijo fraterno, falamos de minha mãe e do Fred que era também seu amigo e ídolo maior. Descanse em paz meu amigo Eli e saiba que por aqui seguiremos honrando o seu nome e do nosso clube tão amado. Aí no lindo céu de estrelas Tricolores, receba um grande beijo do amigo Mário Bittencourt.”

 

Ver essa foto no Instagram

 

Hoje recebi a notícia de que no dia 2 de maio faleceu o meu amigo Eli da Silva Chaves. Seu Eli, como era carinhosamente chamado por todos, era um grande tricolor e frequentava semanalmente os treinos quando eram realizados em laranjeiras. Cadeirante, ele saia de casa sempre com o apoio de amigos e parentes para acompanhar os treinos e os jogos do nosso tricolor. Um dia, quando, eu era vice presidente de futebol, cheguei ao clube e vi uma faixa estendida em minha homenagem no alambrado. Quando cheguei perto, vi que era um carinho do seu Eli pela nossa amizade. Que grande figura, que alegria, que doçura, que amor pelo Fluminense. Numa outra oportunidade, quando minha mae ainda era viva, ele a conheceu na saída do Maracanã e disse a ela que gostava de mim como um filho e deu um grande beijo em meu rosto. Era assim que nos cumprimentávamos sempre, um abraço forte e um beijo sincero de grandes amigos. Essa foto nossa e do último encontro que tivemos, na saída do jogo Bangu x Fluminense em moça bonita pelo estadual de 2020. Como sempre, demos boas risadas, um longo abraço, um beijo fraterno, falamos de minha mãe e do @fredguedes9 que era também seu amigo e ídolo maior. Descanse em paz meu amigo Eli e saiba que por aqui seguiremos honrando o seu nome e do nosso clube tão amado. Aí no lindo céu de estrelas Tricolores, receba um grande beijo do amigo Mário Bittencourt.

Uma publicação compartilhada por Mario Bittencourt (@mbittenfluoficial) em


Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE