Mascarenhas se posiciona sobre propostas de clubes europeus e fala de relação com o Fluminense





Jogador do Fluminense recebeu sondagens de quatro clubes europeus

Recentemente, o lateral-esquerdo Matheus Mascarenhas, de 19 anos, que está emprestado ao Atlético-GO até o final da temporada, recebeu sondagens de Milan, Fiorentina, Benfica e Sampdoria.

Além das sondagens dos quatro clubes, no início da atual temporada, o Fluminense recebeu uma proposta do Braga, de Portugal, porém, foi recusada pela diretoria tricolor.

Em entrevista concedida ao jornalista Carlos Antônio Mello, do portal LANCE!, Mascarenhas falou sobre a possibilidade de vestir a camisa de um um clube europeu já na próxima janela de transferência, entretanto, mostrou cautela ao tratar do assunto:

– Difícil falar, sei que algumas sondagens aconteceram, mas não gosto de falar muito dessas coisas. Se esse momento de sair chegar, eu, o Marcelo Robalinho (empresário) e a Think Ball vamos sentar juntos e definir a melhor opção. No momento, não penso nisso. Penso em seguir ajudando o Atlético-GO nesse Campeonato disputado que é a Série B, em contribuir com o meu futebol para conquistarmos nossos objetivos dentro da competição, que é o acesso, e dar o meu melhor aqui no dia a dia. Deixo isso a cargo da Think Ball, eles sempre me deixam bem tranquilo e a vontade para seguir pensando apenas no campo. Em jogar futebol e ajudar o meu clube – declarou Mascarenhas.

SAIBA AINDA: Veja em que situação o Flu poderá terminar a rodada em caso de vitória, empate ou derrota

RELAÇÃO COM O FLUMINENSE

Matheus Mascarenhas também falou sua relação com o Fluminense, onde começou a jogar futebol com oito anos de idade. Segundo o lateral-esquerdo, o seu sonho era chegar ao profissional e atingir seus objetivos no clube.

– Desde criança eu queria ser jogador de futebol e, quando comecei a jogar no clube, aos oito anos, sonhava em um dia chegar ao profissional. Graças a Deus atingi esse objetivo e realizei um sonho estreei em um clássico. Depois fiz meu primeiro gol. Mas sei que ainda é só o começo e tenho muita coisa pela frente. As coisas vão acontecendo conforme a gente batalha. Eu trabalho muito. Trabalhei muito na base, desde as categorias menores, para chegar ao profissional e sei que ainda tenho muito a trabalhar e batalhar para seguir realizando os meus sonhos e objetivos na carreira – recordou.

VEJA AINDA:

Flu explica presença de Victor Andrade no CT Pedro Antônio

Em duelo de oitavas de final, Explosão e-Sports elimina atual campeão das Américas


Por Explosão  Tricolor / Fonte: Lance!

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE