Não se rebaixem ao nível da diretoria




Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Ganhe 5% de desconto na Loja Virtual do Flu! Como? Utilize o código promocional no ato da compra: explosaotricolor



Não se rebaixem ao nível da diretoria

Nem perderei meu tempo comentando sobre a derrota para o Internacional. Ela já era dada como certa. Portanto, vamos direto ao ponto: tá rolando sacanagem de alguns jogadores. Por mais que o elenco esteja com total razão de estar revoltado com essa diretoria de flamenguistas, não dá para aceitar a postura de um ou outro jogador. Tem que ter uma ingenuidade cabaçal para não enxergar isso.

Após a derrota para o Bahia, cheguei a comentar aqui que pagar em dia é obrigação, mas que se os jogadores estão insatisfeitos com os atrasos salariais é melhor entrarem logo na Justiça e não jogarem mais. Essa atitude seria mais honesta e até justa. Entretanto, a partir do momento que entram em campo com a camisa do Fluminense, cada jogador tem a obrigação de lutar até o fim. Isso é uma questão moral com a Instituição e até mesmo com a própria carreira profissional do atleta.

Nesta semana, teremos dois jogos decisivos. Infelizmente, o duelo contra o Atlético-PR, pela Copa Sul-Americana, tornou-se praticamente algo desprezível. O pior de tudo é que a vaga para a final garantirá, no mínimo, uma cota de US$ 1,2 milhão. Ou seja, financeiramente, avançar à final ajudaria a resolver uma parte do terrível atraso salarial. Mas…

A decisão de verdade será no próximo domingo, contra o América-MG, em pleno Maracanã. Por mais que seja difícil, a torcida terá que fazer a parte dela, ou seja, lotar todas as dependências do estádio. É o mínimo que podemos fazer pela Instituição ou será que imitaremos os dirigentes omissos? Diante deste desesperador cenário, deixo um apelo aos jogadores:

“Pelo amor de Deus, não desonrem o Fluminense! Lutem até o fim. Depois que tudo tiver resolvido, não pensem duas vezes: joguem a merda no ventilador e façam o que vocês acharem melhor para as suas respectivas carreiras. A lei está com vocês, mas a questão moral é algo que o dinheiro não compra. Ficar marcado por ter sacaneado uma instituição centenária e destruído milhões de corações não será nada legal para cada um de vocês. Hoje, o sentimento de alguns é de descaso, entretanto, amanhã, no mês que vem, em 2019 ou lá em 2049, o peso de qualquer sacanagem realizada neste momento baterá na porta de cada um de vocês. Pode ter certeza que sim. Não confundam os omissos dirigentes com a instituição. Não caiam no erro de se rebaixarem ao medíocre nível da diretoria!”   

É isso, galera. Que João de Deus, Castilho, Oscar Cox, Nelson Rodrigues, Mário Lago, Careca do Talco, Ximbica, Assis, Washington, Super Ézio, Telê Santana e tantos outros que estão no outro lado da vida estejam conosco nesta semana e iluminem a alma de cada jogador. O Fluminense precisa de muita luz!

Só para não deixar passar branco: RENUNCIA, ABAD!

Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE