Notas das atuações: Fluminense 3 x 1 Olimpia






Comentários e notas das atuações de Fluminense 3 x 1 Olimpia

Fábio

Falhou bizarramente na saída de bola e entregou o gol para o Olimpia. No entanto, não se abalou e fez três grandes defesas na sequência. Nota: 6,0

Felipe Melo

Foi o “Pitbull” de sempre. Passou bastante segurança na frente da zaga e foi preciso na saída de bola. Nota: 7,0

Nino

Foi o melhor zagueiro tricolor na partida. Preciso na marcação e na saída de bola. Ajudou a fazer a ligação entre a defesa e o meio-campo. Nota: 7,5

David Braz

Teve mais uma atuação segura defensivamente, mas demonstrou certo nervosismo na saída de bola e errou alguns passes. Nota: 6,0

Calegari

No geral, teve atuação razoável. No primeiro tempo, o lateral-direito foi pouco acionado e quase não subiu ao ataque. Na segunda etapa, porém, se arriscou um pouco mais nas subidas à linha de fundo. Foi bem defensivamente. Nota: 6,5

André

No primeiro tempo, teve a função de buscar a bola na zaga e levar ao meio-campo. Nesse aspecto, o volante foi bem, mas participou pouco da articulação. No segundo tempo, o meio-campista ganhou mais liberdade para subir ao ataque e cresceu de produção. Nota: 7,0

Yago Felipe

Atuando como um meia de articulação, o volante começou bem a partida e cobrou o escanteio que resultou no primeiro gol de Germán Cano. No entanto, caiu de rendimento após o gol do Olimpia e acabou substituído no intervalo. Nota: 6,0

Cris Silva

Ao contrário de Calegari, o lateral-esquerdo foi bastante acionado durante a partida, mas encontrou muita dificuldade para dar prosseguimento às jogadas ofensivas. Defensivamente, o camisa 15 cumpriu bem o seu papel. Nota: 6,0

Luiz Henrique

Esteve irreconhecível nos primeiros 45 minutos, mas abriu a “caixa de ferramentas” no segundo tempo. Em linda jogada individual, driblou dois marcadores e marcou um golaço logo no primeiro minuto da etapa final. Se machucou 15 minutos mais tarde e precisou ser substituído. Nota: 8,0

Willian Bigode

Demonstrou muita vontade e foi bastante participativo, embora tenha pecado na definição das jogadas. Chutou a bola que sobrou para Germán Cano marcar o terceiro gol do Fluminense. Nota: 6,5

Cano

Foi “o cara” do Fluminense na vitória sobre o Olimpia. Como sempre, o argentino correu o jogo todo e deu muito trabalho para a defesa adversária. Mostrou oportunismo e faro de artilheiro para marcar dois gols. Nota: 10

Martinelli

Entrou no lugar de Yago Felipe e acrescentou intensidade e criatividade ao meio-campo do Fluminense. Nota: 7,0

Jhon Arias

Mostrou novamente porque é um dos melhores jogadores do Fluminense em 2022. Entrou no segundo tempo e adicionou velocidade e objetividade ao ataque tricolor. Iniciou a jogada que terminou com o segundo gol de Germán Cano. Nota: 7,0

Mario Pineida

Pegou algumas vezes na bola, mas pouco acrescentou ao time. Nota: 5,5

Ganso

Entrou nos minutos finais. SEM NOTA

Abel Braga

Mesmo com alguns questionamentos da torcida, o treinador repetiu a equipe titular que havia vencido o Millonarios. A insistência com o Yago Felipe se mostrou um erro. O volante não conseguiu ser o homem de articulação do meio-campo tricolor. No entanto, o treinador corrigiu o problema com a entrada de Martinelli no segundo tempo. No geral, o Fluminense manteve uma boa organização e um bom padrão de jogo. São 12 vitórias seguidas. Total mérito do Abel Braga. Nota: 7,0

Acompanhe a cobertura pós-jogo com notícias, entrevistas, vídeo com os melhores momentos, notas das atuações e muito mais. Fique ligado(a) no canal com a cara da arquibancada verde, branca e grená!

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE