O mundo dos canalhas




No mundo dos canalhas só eles têm vez
No mundo dos canalhas só eles têm vez

Os homens da lei costumam dizer o seguinte: “Vale o que está escrito”, “A lei foi feita para ser aplicada” ou “Estamos amparados pelo contrato”. Não no mundo dos canalhas…

No final de 2013, tivemos um show de canalhice protagonizado por alguns jornalistas esportivos, que inverteram valores e distorceram os fatos. Eles praticamente decretaram o fim da aplicação de leis. E alguns milhões de alienados embarcaram neste irresponsável discurso dos canalhas tendenciosos que usaram os maiores canhões de audiência do país para executarem um terrível processo de manipulação. Apesar do grande massacre, a lei venceu, mas ainda assim, foi duramente criticada. E continuará sendo, pois isso aqui é Brasil.

Agora, o mundo dos canalhas ganhou um novo capítulo.

Houve um rompimento, mas também houve a garantia de que tudo que estava previsto no contrato seria cumprido até o final. Semanas depois, o discurso foi outro. A força do contrato não valeu de nada. Na verdade, só valeu para tumultuar o já tumultuado ambiente do outro lado da história, que, diga-se de passagem, também apronta das suas. Honra? Não existe. O lema é o seguinte: “Quero saber do que é meu. E não importa como conseguirei. O resto que se dane”.

Mais uma vez, a parte mais verdadeira de toda esta confusão acabou se dando mal. Como estamos no Brasil, isso já se tornou algo mais do que normal. A falta de indignação com relação a algumas atrocidades cometidas no nosso dia a dia, já está virando marca registrada de um povo que é tratado como gado em todos os sentidos. Ninguém reage, grita ou dá uma porrada na mesa para dar um fim nas sacanagens. 

Contrato? Não precisa. Lei? Pode rasga-la. Se não der no diálogo, vai na base da chantagem mesmo. É assim que funciona no mundo dos canalhas. Só eles vencem com os seus métodos inescrupulosos.  

Para os ingênuos, um aviso: caiam na real. O futebol brasileiro é o reflexo de toda sacanagem que rola no país.

Cometer loucuras? Só quem ama de verdade. E por falar em amor…

Apesar de tudo, a luta continua, pois somente o que sentimos, justifica o que fazemos.

Saudações Tricolores!

Vinicius Toledo

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

PUBLICIDADE