O promissor início do Gabriel Teixeira




Gabriel Teixeira (FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)



Conforme publiquei no texto anterior, acredito que o Roger Machado esteja aproveitando esse início de Campeonato Carioca para realizar experiências. Pode ser que o foco de observação inicial esteja sendo a questão individual, pois as escalações nos dois últimos jogos foram bem questionáveis.

De qualquer forma, falta, no máximo, um mês para a estreia do Fluminense na Copa Libertadores da América. A data do primeiro jogo será entre os dias 20 e 22 de abril. Vale lembrar que o sorteio dos grupos ocorrerá no dia 9 de abril.

Sendo assim, o Fluminense terá mais seis jogos até a primeira batalha da competição continental. O período de disputa da fase de grupos é de 20 de abril a 26 de maio, ou seja, seis semanas seguidas. Portanto, ela será disputada juntamente com a reta final do Carioca. Mais do que nunca, o elenco tricolor necessita de reforços. Enquanto a diretoria não anuncia novas contratações, o jeito é se virar com quem já está em casa. Diante do que foi apresentado nos primeiros jogos do Estadual, Gabriel Teixeira mostrou um promissor cartão de visitas.

É óbvio que ainda é cedo para qualquer tipo de empolgação. Porém, gostei bastante do futebol apresentado pelo Gabriel Teixeira, que, recentemente, renovou o seu contrato com o clube A até o final de 2024. Na verdade, não me surpreendeu em nada, pois ele já vinha se destacando no time Sub-20. Duas coisas me chamam atenção no garoto: raciocínio rápido para tomada de decisão e, principalmente, precisão nas finalizações de longa distância.

No momento, acredito que o Gabriel Teixeira surge com força para figurar, no mínimo, como opção imediata no banco de reservas do elenco principal. A sequência de seis jogos até a estreia na Libertadores será uma excelente oportunidade para o moleque de Xerém crescer e até mesmo entrosar com os titulares.

Além do Gabriel Teixeira, sigo levando fé no Michel Araújo. A atuação do uruguaio contra o Bangu dá uma esperança de que o Fluminense ganhará mais uma boa opção.

No restante, acho que ainda é muito cedo para julgar o trabalho do Roger Machado. Acredito que o mais importante agora seja realmente rodar o elenco todo, pois a partir de abril, o Fluminense não terá mais descanso. Inclusive, isso é uma grande preocupação já que até quem tem grande elenco costuma sofrer quando está em várias frentes, mas isso é papo para outro dia.

Boa semana, galera!

Vinicius Toledo

Clique aqui e realize a sua inscrição no nosso canal do YouTube!



Sequência do Fluminense até a estreia na Libertadores

5ª rodada

23/03 – Terça-Feira – 18h – Boavista x Fluminense – Elcyr Resende

6ª rodada 

26/03 – Sexta-Feira – 21h – Fluminense x Volta Redonda – Maracanã

7ª rodada

30/03 – Terça-Feira – 21h35 – Fluminense x Vasco da Gama – Maracanã

8ª rodada

03 ou 04 de abril – Macaé x Fluminense – Local indefinido – Local indefinido

9ª rodada

10 ou 11 de abril – Fluminense x Nova Iguaçu – Maracanã

10ª rodada

17 ou 18 de abril – Fluminense x Botafogo – Maracanã

PUBLICIDADE