O sonho continua mais vivo do que nunca




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor



Se tem algo que a torcida tricolor tanto deseja é a chance de levantar um caneco continental. E sejamos sinceros: já passou da hora há tempos, né? Em 2008, uma tragédia. Um ano depois, mais uma frustração. Duas porradas que doem até hoje, mas que jamais tiraram a esperança e a fé do torcedor.

Dez anos depois da segunda porrada, o Fluminense avança às quartas de final da Copa Sul-Americana pelo terceiro ano consecutivo. Agora vai? Não sei, mas a atmosfera criada no Maracanã na noite de ontem foi algo sensacional, de arrepiar a alma do torcedor e até mesmo devolver a esperança de que dias melhores virão.

O sonho de pintar a América do Sul de verde, branco e grená fez a torcida explodir de emoção já no esquenta pré-jogo. Fogos, sinalizadores, cantos, palmas, bandeiras, bateria, cerveja voando pro alto e o amor pelo Fluminense sendo exaltado por todos. Foi foda pra cacete!

Sobre o jogo, o Fluminense atropelou o Peñarol já no primeiro tempo. Classificação incontestável, mas o sensacional mesmo foi a mobilização de milhares de guerreiros e guerreiras. Sentir o calor da galera, respirar essa atmosfera única e registrar todos os emocionantes momentos não tem preço. Noite mágica da arquibancada tricolor!

Pés no chão, nada de  ilusões, mas o time, técnico e a torcida ganharam um belo combustível para as próximas batalhas. Se cada um fizer sua parte, não tenho dúvida alguma de que o Fluminense ressurgirá das cinzas no Brasileirão e, principalmente, lutará com força pelo tão sonhado título sul-americano.

O sonho continua mais vivo do que nunca, mas é importante não esquecer de que, no próximo sábado, é vencer ou vencer!

Forte abraço!

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE