Record pode reduzir ou suspender pagamento a clubes em caso de paralisação do Campeonato Carioca






Cláusula contratual permite que a emissora paulista suspenda os pagamentos em caso de paralisação do Estadual

Não é apenas por questão de calendário que os clubes participantes do Campeonato Carioca 2021 estão em busca de alternativas no interior do estado para viabilizar a realização dos jogos da competição. O receio é que a Record, detentora dos direitos de exibição do Estadual na TV aberta, reduza ou suspenda os pagamentos pela transmissão. O corte ou redução estão previstos em uma das cláusulas do contrato. Com a suspensão de jogos do torneio na cidade do Rio de Janeiro e em Niterói (RJ) por determinação das prefeituras locais, o risco se tornou real.

Segundo informações do jornalista Gabriel Vaquer, do portal “UOL Esporte”, o aditivo está no acordo entre os clubes e a emissora paulista, que assinou contrato neste ano para exibir o Carioca até 2022. No acordo, está previsto que, caso os clubes não entreguem os jogos previstos ou se a pandemia do novo coronavírus forçar a paralisação por médio e longo prazo do Estadual, a Record pode aplicar a cláusula. A FERJ, por outro lado, negou que exista redução ou suspensão de pagamento prevista no contrato com a Record.

A Record não precisaria de uma aprovação dos times para reduzir os pagamentos. Bastaria comunicar que utilizará o aditivo para preservar financeiramente os seus interesses. Internamente, esse ponto é chamado de “cláusula covid”.

A paralisação também compromete os planos feitos com o pay-per-view próprio do Campeonato Carioca. Os clubes contam com a arrecadação nessa plataforma para aumentar seus ganhos. As finanças das agremiações já foram afetadas com a proibição de torcida nos estádios desde o ano passado.

Por dois anos de contrato, a Record pagará R$ 26 milhões pelo Estadual. São R$ 11 milhões este ano, e outros R$ 15 milhões em 2022. Por contrato, são 11 partidas da Taça Guanabara, mais dois jogos na semifinal e as finais. Com isso, a emissora pagará exatos R$ 733 mil por cada partida exibida em TV aberta em 2021. Em 2022, o valor sobe: R$ 1 milhão para mostrar o Carioca com exclusividade.

O valor é bem abaixo em relação ao que a Globo pagava até 2020. Só para os três maiores clubes do Rio de Janeiro com os quais tinha contrato no ano passado (Fluminense, Botafogo e Vasco da Gama), a principal concorrente da Record pagava R$ 18 milhões por ano.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!

Agenda do Fluminense:

6ª rodada da Taça Guanabara

26/03 – Sexta-Feira – 16h – Fluminense x Volta Redonda – Elcyr Resende

7ª rodada da Taça Guanabara

30/03 – Terça-Feira – 21h35 – Fluminense x Vasco da Gama – Local Indefinido

Jogos da 5ª rodada da Taça Guanabara

Terça-feira (23/03)

15h30

Resende 1×0 Volta Redonda – Estádio do Trabalhador

18h

Boavista 0x2 Fluminense – Elcyr Resende

Quarta-feira (24/03)

15h30

Madureira x Bangu – Conselheiro Galvão

18h

Vasco x Macaé – São Januário

21h35

Botafogo x Flamengo – Nilton Santos

Quinta-feira (25/03)

15h30

Nova Iguaçu x Portuguesa – Jânio Moraes

Tabela de classificação do Campeonato Carioca 2021

TIMES P J V E D GP GC SG %
1 Volta Redonda Volta Redonda 10 5 3 1 1 5 3 2 66
2 Flamengo Flamengo 9 4 3 0 1 7 2 5 75
3 Fluminense Fluminense 9 5 3 0 2 5 5 0 60
4 Resende Resende 7 5 2 1 2 4 8 -4 46
5 Portuguesa RJ Portuguesa 6 4 2 0 2 4 2 2 50
6 Botafogo Botafogo 6 4 1 3 0 4 1 3 50
7 Madureira Madureira 6 4 1 3 0 3 2 1 50
8 Nova Iguaçu Nova Iguaçu 5 4 1 2 1 4 4 0 41
9 Boavista FC Boavista 5 5 1 2 2 4 5 -1 33
10 Bangu Bangu 4 4 1 1 2 1 3 -2 33
11 Vasco da Gama Vasco 2 4 0 2 2 3 5 -2 16
12 Macaé Macaé 1 4 0 1 3 1 5 -4 8

Por Explosão Tricolor / Fonte: UOL Esporte

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE