Reunião com o elenco, contratação de Lucão, negociação por Fabiano e muito mais; veja a coletiva completa de Celso Barros




Celso Barros (Foto: Lucas Merçon/FFC)



Celso Barros concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira

Após a apresentação do centroavante Lucão, na tarde desta terça-feira (13), o vice-presidente geral do Fluminense, Celso Barros, atendeu a imprensa no CT Pedro Antônio. Confira abaixo a íntegra da entrevista coletiva do dirigente tricolor:

Reunião com o elenco

Celso Barros: Eu pedi essa reunião, para ela ser convocada. Eu queria conversar com atletas e com comissão técnica sobre o momento que a gente vive no Brasileiro. É ruim. Estamos em 16º, a um ponto do Cruzeiro. Os times que estão à frente têm 17 pontos, cinco a mais do que o Fluminense. Se a gente vencer o CSA, e todo o jogo é obrigação, ainda vamos ficar atrás.

Eu acho que temos de redobrar o nosso comprometimento em campo. Eu sei que existe. Eu vejo os treinos, observo tudo isso, mas há essa necessidade de jogar mais, de suar mais um pouco. A conversa foi essa. Todos somos cobrados. Jogador, treinador e dirigente são cobrados. Você acha que eu não recebo crítica no Instagram? Desde que estou aqui, trouxe quatro reforços: Muriel, Nenê, Nem e Lucão. Todos vieram com avaliações. Nossas, dos dirigentes, e do scout do Fluminense. Nem sempre as opiniões são iguais, mas é assim que a gente faz.

Contratação de Lucão

Celso Barros: Ele foi vice-artilheiro da Série B em 2018 com o Goiás, com 16 gols. O Pedro machucou, vai ficar um período fora. João Pedro tem a projeção de sair ao final de 2019. Então, temos de pensar nisso. Foi uma oportunidade, ele gosta de fazer gol. Isso é fundamental.

Situação de Fernando Diniz 

Não conversamos com nenhum técnico. Surgiu que a gente falou com Mano, Dorival e Abel. Isso não procede. Ninguém vai dizer aqui que o Diniz está prestigiado. Isso é termo do passado. É o técnico e está sendo cobrado, assim como a gente é pela torcida. Os resultados são importantes. Não tem jeito. É assim. Se pode jogar lindamente, mas fica difícil sem resultado. Já falamos sobre o jogo, sobre o estilo. Ele falou algo importante: no momento que não acreditar, cabe encerrar o ciclo. Ele é o técnico e vai continuar o trabalho. Eu fui criticado quando na eleição eu fiz uma ponderação por estar a um ponto do Z-4. Eu disse que estava preocupado. Me questionaram se eu não daria tempo ao Diniz. É claro que ele tem tempo. Está aí desde o começo do ano. Desde que assumimos, só fizemos seis pontos. Isso tem de mudar. É pontuação de time que será rebaixado. Não acho que temos elenco para estar nessa situação”.

Procura por um zagueiro

Celso Barros: Falei com Rodrigo Caetano (Fluminente tentou a liberação de Bruno Fuchs). No Inter, eles têm três duplas de zaga. A gente tinha quatro, o Matheus Ferraz machucou. Então, a gente precisa de zagueiro. Continuamos tentando e acho que em breve vamos conseguir. Presidente veio aqui e falou que tinham dois reforços perto. Um era o Lucão. Outro era zagueiro e infelizmente não deu certo. Por isso, eu não gosto de falar em especulação e em nome. Só está certo quando se assina contrato. A gente achava que ia fechar com zagueiro e não fechamos. O que adianta ficar falando? Só se aumenta a especulação. A torcida tem de entender que estamos fazendo um esforço enorme para trazer um zagueiro.

Negociação por Fabiano

Celso Barros: Fabiano é o seguinte: eu liguei para o Alexandre Mattos, executivo do Palmeiras, com quem me dou muito bem. Ele disse que liberaria, a gente pagaria uma parte do salário. Os empresários do jogador demoraram uma semana e depois disseram que queriam esperar a janela para ver se aparecia algo de fora. Então, desta forma, mesmo ele não conseguindo nada para ir para fora, não tem interesse mais nosso.

Busca por renovação com Yony González

Yony González

Fizemos uma proposta a ele, que nos falou que espera o pai dele para decidir. O pai passou por cirurgia na Colômbia. O pai chega amanhã e vamos ter uma reunião na quinta-feira. Fizemos uma boa proposta a ele, vamos aguardar. É um jogador que veio sem custos, os direitos são dele. Ele valorizou e temos de fazer uma composição para ele continuar.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE