Roger Machado abre o jogo sobre a utilização do meia Paulo Henrique Ganso




Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.



Novo comandante tricolor enalteceu o talento do camisa 10

Em sua coletiva de apresentação, na manhã deste sábado (27), no CT Carlos José Castilho, o técnico Roger Machado comentou sobre a situação do meia Paulo Henrique Ganso, que foi pouco utilizado na última temporada. O treinador destacou o talento do camisa 10 e afirmou que conta com ele. No entanto, o novo comandante tricolor ressaltou que o desempenho do armador será avaliado no dia a dia.

– Quando falei dos jogadores experientes, eu fiz questão de nominar o Paulo Henrique, justamente porque eu entendo que a principal base de avaliação do treinador de futebol é o talento que o jogador tem para desempenhar o seu papel dentro de campo. Eu tenho como estatura básica algumas planificações táticas, que dependendo da característica do jogador, eu posso usá-lo em uma outra posição. O Paulo, historicamente, sempre jogou no meio-campo, por trás do centroavante. Com o Fernando Diniz, ele jogou um pouco mais baixo dentro do campo, para construir as jogadas. Todo treinador deseja é que você tenha atletas que consigam se adaptar dentro de estruturas diferentes, como é o caso do Nenê, que joga num 4-3-3, aberto pelo lado, fazendo um meia-ponta, joga atrás do centroavante, como um meia-atacante, pode atuar mais recuado numa linha de três meias, se for o caso, num outro sistema. O jogador que está à minha disposição será avaliado no dia a dia. Vai ser avaliado com relação à sua característica e o seu aproveitamento de acordo com cada estrutura. Novamente, a mistura dos jogadores mais experientes com os jogadores jovens, ela é muito importante. Essa juventude que vai nos dar o suporte para que os jogadores mais experientes consigam oferecer o que têm de melhor, e vice-versa. O talento é a base de tudo. Porém, a gente sabe que existe o compromisso tático e coletivo… existe a intensidade do jogo, que a gente deseja que isso aconteça… Isso, o dia a dia vai nos mostrar. Quando eu chego em um ambiente novo, eu respeito a história de cada atleta. Porém, a partir daquele momento, a história de cada atleta vai ser construída a partir do início para comigo, e as minha decisões serão tomadas com base no dia a dia. Mas é evidente que eu conto com o Ganso. É evidente que eu desejo que o talento do Paulo Henrique nos possa ser muito útil. Jogadores decisivos têm espaço em qualquer lugar – disse o treinador.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Agenda do Fluminense:

1ª rodada da Taça Guanabara

04/03 – Quinta-feira – 18h – Resende x Fluminense – Maracanã

2ª rodada da Taça Guanabara

07/03 – Domingo – 16h – Fluminense x Portuguesa – Maracanã

3ª rodada da Taça Guanabara

14/03 – Domingo – 18h – Flamengo x Fluminense – Maracanã



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com 

PUBLICIDADE