Três pontos e algumas observações




Martinellli (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)



Não há muito o que comentar em relação a apertada vitória do Fluminense sobre o Cuiabá por 1 a 0, o estádio de São Januário. No primeiro tempo, achei o time bastante seguro em campo e, principalmente, com paciência para trabalhar a bola com desenvoltura. O gol de Gabriel Teixeira foi fruto de uma marcação alta com recuperação de bola e rápida troca de passes.

Porém, no segundo tempo, a equipe tricolor passou a impressão de que acusou o cansaço da grande sequência de jogos e até mesmo do forte calor. O Cuiabá cresceu, as substituições de Roger Machado não surtiram efeito, o Egídio aprontou das suas e o Marcos Felipe fez a diferença com duas grandes defesas.

No final das contas, valeu pelos três pontos, no entanto, não há como não exaltar o Yago Felipe! Grande atuação do volante, que carrega o DNA de guerreiro tricolor com uma disposição acima da média e nível máximo de comprometimento com o Fluminense. Dá gosto de vê-lo em campo!

Deixando de lado o jogo, é necessário ligar o sinal de alerta para o meio de campo. Martinelli e Yago são absolutos. Até aí, ok. Já o Nenê segue sem convencer. Porém, não há tantas peças de reposição para o setor.

Para volante, Roger Machado parece ter olhos somente para o Wellington. Sendo assim, André e Metinho seguem invisíveis. Calegari seria a melhor das opções imediata no banco de reservas. Em relação ao setor de criação, Miguel está afastado, Ganso deve ser emprestado ao Santos e Cazares disputará a Copa América pelo Equador. Gabriel Teixeira sabe jogar na função, pois atuava como meia no Sub-20.

Diante dos fatos, o Fluminense precisa reforçar, urgentemente, o meio de campo. Até aqui, a rapaziada vem dando conta do recado, mas as competições afunilarão ainda mais e, consequentemente, os confrontos decisivos ficarão ainda mais difíceis.

No jogo de ida das oitavas da Copa Libertadores, contra o Cerro Porteño, por exemplo, Martinelli não atuará, pois cumprirá suspensão. Wellington será capaz de manter a dinâmica de jogo do titular?

Só para lembrar: o Fluminense está em três frentes extremamente difíceis, ou seja, terá que reforçar ou acreditar em opções que ainda não foram consideradas pelo Roger Machado.

Observações:

– Boa atuação da zaga.

– A lambança do Egídio é algo inaceitável para um campeonato de Série A.

– Lucca em campo e Matheus Martins no banco?

– Kayky e Luiz Henrique não estão conseguindo manter a sustentação tática que o Gabriel Teixeira e Caio Paulista entregam ao time. Isso é preocupante, pois os finais dos jogos tendem a ser mais complicados…

Forte abraço e ST!

Vinicius Toledo

Pedido!

Clique aqui e realize a sua inscrição no nosso canal do YouTube!



PUBLICIDADE