Uma obrigação e dez observações




FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC



Empate frustrante do Fluminense com a Portuguesa, mas também não é o fim do mundo. O time reserva do Flamengo, por exemplo, também empatou com a Lusa, inclusive, chegou a estar perdendo por 2 a 0.

A frustração maior foi pelo fato de não ter aproveitado a oportunidade para deixar a classificação bem encaminhada. Pelas circunstâncias do jogo, não seria exagero algum afirmar que o placar poderia ter sido uns 3 a 1 para o Fluminense.

Durante o jogo, o time criou diversas chances, em especial, no primeiro tempo. Porém, o Abel Hernández estava numa tarde terrível. Ele até cobrou muito bem o pênalti que garantiu o empate, mas deixou muito a desejar nas finalizações.

Com titulares ou reservas, o Fluminense tem a obrigação de avançar à final do Campeonato Carioca. E vou falar uma coisa: o time completinho tem condições de ganhar o caneco, mas tem que dar uma acertada na lateral-esquerda e ajustar o setor de meio de campo para deixar tudo redondo.

Deixo abaixo, algumas observações sobre o empate com a Portuguesa:

1 – Marcos Felipe está cada vez mais firme e seguro. Mais uma defesa espetacular e salvadora.

2 – Matheus Ferraz é bom rebatedor, mas não tem mais condições de encarar o mano a mano.

3 – Sobre o Hudson, eu falo ou vocês falam? E o promissor André fora dos planos… Como diz o Canhotinha de Ouro: “É brincadeira!”

4 – Montar o lado esquerdo da defesa com Matheus Ferraz e Egídio, e ainda juntar Wellington e Hudson no meio, é um absurdo!

5 – Não levo fé no Ganso, mas isso não me impede de elogiá-lo. Não foi espetacular, mas teve uma boa atuação e parece estar mais ligado. Tem aparecido bem como elemento surpresa na área adversária. Mesmo não acreditando no ressurgimento dele, fica a torcida para que a minha língua seja queimada, pois  o Fluminense ganharia um importante reforço.

6 – Gabriel Teixeira foi o melhor do Fluminense. Muita movimentação, boas jogadas em diversas faixas de campo, ajuda na recomposição, etc… Manteve o ritmo durante o jogo todo. Fico bem à vontade para falar, pois ele e o Wallace foram as minhas apostas para a temporada. O segundo ainda não teve tantas chances com  o Roger Machado, mas sigo acreditando no potencial dele.

7 – Abel Hernández teve diversas chances para marcar com a bola rolando, mas falhou em todas elas. Darei o desconto, pois o uruguaio chegou agora, mas confesso que o sinal de alerta está ligado.

8 – Cazares ainda está oscilando. Por enquanto, é aceitável, pois chegou agora.

9 – Bobadilla ainda está meio pesadão, mas mostrou certa técnica na área. Melhorando a parte física, acredito que o “ETT – El Tanque Tricolor” será útil.

10 – Martinelli apareceu mais adiantado e, consequentemente, encostou mais no ataque e até pisou na área adversária. É nessa faixa de campo que ele tem que atuar. Deixá-lo à frente da zaga é despedício.

Forte abraço e ST

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE