Clubes dissidentes chegam a consenso sobre divisão das receitas de transmissão e negociam adesão à Libra




Foto: Martín Fernandez



Clubes se reuniram na manhã desta segunda-feira no Rio de Janeiro

Após uma reunião de três horas no Rio de Janeiro, 25 clubes das Séries A e B chegaram a um consenso sobre a divisão de receitas de transmissão que consideram ideal para adesão a uma liga que organize o Campeonato Brasileiro. A informação foi dada pelo portal Globo Esporte.

O próximo passo será conversar diretamente com os integrantes da Libra (Liga do Futebol Brasileiro), entidade que já reúne dez clubes, e buscar um acordo para que todos os clubes da Séries A e B possam aderir em breve.

A ideia dos clubes dissidentes é que o rateio seja da seguinte forma: 45% igualitários, 30% proporcionais ao resultado esportivo e outros 25% equivalentes à audiência, presença em estádio e engajamento em redes sociais.

O maior impasse no momento é definir os critérios do engajamento, ainda considerados subjetivos. Os clubes consideram que há muitos fatores externos que podem interferir nessa questão e que, portanto, são necessários indicadores objetivos para essa variável. Para isso, foi formada uma comissão com seis clubes, e um representante da Associação Nacional de Clubes de Futebol (ANFC), que representa um bloco de equipes da Série B.

Estiveram nesta reunião os seguintes clubes: América-MG, Atlético-GO, Avaí, Ceará, Athletico-PR, Atlético-MG, Coritiba, Cuiabá, Juventude, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Chapecoense, Brusque, CSA, CRB, Náutico, Criciúma, Guarani, Londrina, Operário, Sampaio Corrêa, Sport e Vila Nova. O Grêmio não enviou representante, por conta do jogo desta noite contra o Ituano, pela Série B, mas solicitou os dados da reunião para definir o seu posicionamento.

Este grupo negociará com a Libra (Liga do Futebol Brasileiro), que conta com a adesão de Botafogo, Flamengo, Vasco, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Bragantino, Cruzeiro e Ponte Preta.

Inicialmente, a Libra propôs uma divisão com 40% igualitários, 30% proporcionais ao resultado esportivo e outros 30% equivalentes à audiência, presença em estádio e engajamento em redes sociais.

Os clubes que se reuniram nesta segunda-feira no Rio de Janeiro inicialmente queriam uma divisão na proporção 50-25-25, mas discutiram outros cenário durante o encontro e chegaram ao consenso de 45-30-25.

Outro ponto de atrito entre os dois grupos está na fatia dos recursos a ser destinada para a Série B. A Libra inicialmente propôs 15%, enquanto outros clubes querem 20%.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE