Divergência nos bastidores do futebol carioca




FERJ



A reunião que será realizada nesta segunda-feira, na Ferj, para discutir os rumos do Campeonato Carioca vai colocar frente a frente ao menos duas ideias opostas: a dos jogadores, que defendem a interrupção imediata da competição, e dos clubes pequenos.

Dirigentes que comandam os clubes pequenos do Rio de Janeiro são contrários à suspensão dos jogos agora e usam questões econômicas e de calendário para isso. A proposta mais popular que será colocada à mesa é aproveitar que a CBF suspendeu os torneios nacionais e, com isso, liberou os meios de semana, para acelerar o término da fase de grupos da Taça Rio.

As duas rodadas do segundo turno que faltam seriam disputadas na quarta-feira e no próximo fim de semana. Com isso, seriam resolvidas as pendências da fase classificação. O mata-mata ficaria para depois.

Os clubes pequenos estão preocupados com os prazos contratuais firmados com os jogadores. Os vínculos, em geral, são programados para expirarem após o torneio, levando em conta o cronograma inicial. Suspender as partidas geraria um cenário incerto de receitas e pagamentos.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!



Por Explosão Tricolor / Fonte: Lance!

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE