Me engana que eu gosto?




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor

Utilize o cupom de desconto do Explosão Tricolor no ato da compra → explosaotricolor



Me engana que eu gosto?

O que está ocorrendo na política do Fluminense merece uma profunda reflexão de quem realmente se preocupa de verdade com o futuro do clube. Primeiramente, não podemos fugir da realidade, ou seja, o nosso Tricolor está falido. Mas ainda assim, há uma ferrenha disputa para assumir o maior problema da nossa história.

Durante a coletiva concedida após a reunião que discutiu a antecipação da eleição presidencial, o presidente Pedro Abad falou para o mundo inteiro ouvir que ele jamais renunciaria ao cargo por ter certeza de que reúne condições de comandar o clube. Além disso, o mandatário afirmou que o pedido de impeachment era um absurdo e que não tinha fundamento algum. Para completar, Abad disse que o torcedor não enxerga o esforço da gestão. É para rir ou para chorar?

Não se sabe ainda os termos exatos da possível antecipação da eleição, mas o presidente já tratou logo de bater o martelo sobre algo que incomoda bastante quem acompanha os bastidores do Fluminense: o Conselho Deliberativo. Segundo Pedro Abad, os atuais conselheiros serão mantidos. Ou seja, muda o presidente, mas os conselheiros, que sustentam politicamente a atual gestão, permanecerão. Alguma semelhança com o Congresso Nacional?

Posso estar enganado, mas a impressão que o presidente passou após a reunião com as lideranças políticas é a de que ele saiu bastante aliviado. Motivo? Só os que participaram é que podem responder. Mas pelo discurso dado na coletiva, as supostas condições para a antecipação da eleição presidencial devem ter sido satisfatórias.

É lamentável que o futuro do Fluminense esteja sendo negociado, sabe-se lá como, por uma meia dúzia de pessoas. O torcedor do Fluminense necessita de muitas respostas para que a causa seja abraçada sem qualquer tipo de dúvida. Tirar o passado a limpo é obrigação. Ninguém se comprometerá a realizar uma auditoria independente nas contas do clube? O inchaço no quadro de funcionários e de pessoas jurídicas seguirá estrangulando as finanças? O Futebol será separado do restante?

Sendo assim, vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos. Mas, infelizmente, tá com cara do famoso “me engana que eu gosto”…

Vinicius Toledo 



PUBLICIDADE