Pedro e mais dez!




Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC



A vitória

Buenas, tricolada! Ufa! Uma vitoriazinha magra fora de casa – depois de um empate no clássico contra o Vasco, de quem somos fregueses, igualmente longe de nossos domínios (ou distante de um estádio neutro), e que merecíamos vencer -, não cai mal, não! Dois a um sobre o Sport Club do Recife, e mais uma tempestade de competência do menino Pedro Guilherme, autor de ambos os tentos neste triunfo… e olhem que ele ainda desperdiçou uma chance que não costuma, e perdeu uma outra, quando quis bater de prima, por mera precipitação dos seus tenros e inexperientes 21 aninhos!

Ah, o Sport é fraco, diriam os legalistas! Pois é, mas vinha bem até um pouco antes da parada pra Copa. Além de tudo, ganhar na Ilha do Retiro sempre foi complicado, e eles têm jogadores que a nossa Diretoria pretendia e que a nossa galera gostaria de ver trajando o manto verde, branco e grená, como Raul Prata, Michel Bastos e Rafael Marques! Pô, empatar com o Vasquinho não é mérito, porque o ex-Expresso da Colina é frágil, emendariam outros. Estranho, esta mesma equipe nanica da cruz de malta bateu o candidatíssimo ao título Grêmio, lá em São Januário, no mesmo horário em que o Flu competia com o Leão da Ilha!

Mazelas do duelo

Comecemos com as mazelas sobre o duelo deste domingo: haverá um momento em que o nosso camisa 9 não vai conseguir resolver um jogo, o que é absolutamente normal, então, temos que contar como o restante dos jogadores! Pelo segundo confronto consecutivo, o Júlio César socou uma bola para o meio da nossa área, e, tanto lá, quanto cá, elas resultaram em gols adversários! Não adianta o nosso goleiro fazer uma bela defesa, como na do lance seguinte, naquela cabeçada do Felipe Bastos, se nas jogadas mais simples ele entrega a rapadura! Ratifico: não é arqueiro para o Flu, sob a minha ótica pessoal! É inseguro e irregular, por isso, não podemos, a cada embate, ficar desconfiados com quaisquer bolas que rondem a nossa cozinha! HORA DE RODOLFO!

Perdemos a força ofensiva dos laterais, ao menos por enquanto, ou até que o Marcelo Oliveira entrose melhor o time e crie novas jogadas ensaiadas pelos flancos, mas duas premissas são verídicas: o Léo é bem limitado – o Gilberto tem que voltar urgentemente; e o Ayrton Lucas, com a mudança de esquema tático, perdeu o seu poder de fogo, pela esquerda! Estamos relativamente seguros na parte defensiva pelos dois lados, mas…

Zaga mandando bem

Ave, zaga! Ainda é cedo para fecharmos questão, mas a entrada do Digão, a quem muitos queriam ver pelas costas, deu uma acertada interessante no setor, e até mesmo o Gum cresceu bastante! Ganhamos em estatura e experiência! Oxalá permaneçam nesta balada!



Uma hora a bola vai punir…

O Richard continua errando passes de 3 metros, atrasando as jogadas com toques em recuo, e fazendo faltas em demasia… Mesmo ele sendo um bom jogador, se não consertar estes males, uma hora dessas a bola vai punir, como referendava a Ratazana Caipira, Muricy Ramalho!

Nervosismo

O Mateus Norton começou a peleja nervoso, errando muito e batendo cabeça na nossa meiúca defensiva, mas melhorou sensivelmente no final do primeiro tempo e, em especial, na segunda etapa, depois da saída do Dodi.

Banco de reservas ficará distante…

A propósito, este rapaz que veio do Criciúma ainda não apresentou as suas credencias, e nesta nova oportunidade, deixou o Flu com um a menos mais uma vez, enquanto esteve no campo de jogo. Até o presente, mostrou-se um cavalo corredor, e tomara que ele me prove o contrário, pois assisti a boas atuações suas no Tigre de Santa Catarina!

Despertador para o Sornoza

O Sornoza tem que incluir um novo equipamento no seu uniforme: um despertador! Putz, que soninho do gringo! Permanece escondido dentro das quatro linhas, comete equívocos inadmissíveis para um atleta profissional de futebol, e escolhe via de regra o pior andamento para as jogadas. Ele tem que retomar o seu prumo, senão o próprio banco de reservas será lugar distante!

Os ares de Recife…

Os ares de Recife não fizeram bem ao Marcos Júnior, e o domingo não foi o seu dia, infelizmente… no entanto, creio que ainda tenha algum crédito – e olhem que ele não me empolga e não representa o segundo atacante dos meus sonhos!

Atitude

Vi de muito bom no time neste desafio a velha necessidade de buscar o resultado! Não houve acomodação e o Marcelo tentou algo melhor para o time na tabela… conseguiu, por méritos e coragem! Além disso, mesmo parecendo opinião precipitada, a entrada do Júnior Dutra renovou a nossa força ofensiva, e ele foi fundamental para a vitória tricolor – deu duas ótimas assistências e, na segunda, o Pedro guardou nas redes pernambucanas.

Tem potencial, mas…

Everaldo tem potencial! Eu o acompanhava na Série B, no São Bento de Sorocaba, e via nele um jogador que poderia ser aproveitado numa equipe de ponta, mas também carece de mais observações.

Fagulhas decisivas

O Matheus Alessandro é aquilo: mais uma vez entrou e mudou a cara da partida, apesar de afoito e verdinho em alguns lances, mas o incêndio pelo lado esquerdo do nosso ataque foi desencadeado pelas suas fagulhas de velocidade e habilidade. Espero vê-lo desta forma na ocasião em que for escalado de início!

Parabéns!

Ah, parabéns, Marcelo Oliveira, você enxergou a possibilidade de alcançar êxito e mexeu com sabedoria, nas peças e posições corretas! Saudades de um treinador que pensasse desta maneira. Sem açodamentos, OK? Sei que esta afirmação pode soar desafogo e alívio, e seria leviano, já que o Brasileirão ainda nem atingiu a sua metade. A propósito, também sem quaisquer desmerecimentos ao Abel Braga, com quem já vivemos honras infinitas!

Desfalques? Nem tanto…

Perdemos quatro jogadores para o difícil confronto contra o Porco, na próxima quarta-feira, no Maraca: Léo, Richard, Dodi e Sornoza, todos pendurados e punidos com cartões! Tais perdas já apresentam-se minimizadas, porque nenhum deles vem atuando num bom nível, mas, dos males o menor, pois creio que voltem o Gilberto e o Jádson, o que já resolveria metade das adversidades – eles entrariam nas vagas de Léo e Dodi, e melhorariam assaz a equipe!

Nas outras posições, eu escalaria o Aírton, caso ele não tenha algum mal recorrente, porque já não era utilizado pelo Abelão, da mesma forma que vem sendo relegado agora pelo Marcelo, e o Luciano, que deve ser regularizado nesta segunda-feira), nos lugares de Richard e do gringo!

Aguardemos as ideias e soluções do nosso comandante! Ah, reiterando: é hora de Rodolfo no gol!

#PedroMaisDez

Saudações eternamente tricolores!

Ricardo Timon



Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com 

PUBLICIDADE