Posicionamento em campo, conversa com Fernando Diniz, possível chegada de Ganso e muito mais; confira a íntegra da coletiva de Caio Henrique




Ganhe 5% de desconto na Loja Virtual do Flu! Como? Utilize o código promocional no ato da compra: explosaotricolor



Caio Henrique concedeu a sua primeira entrevista coletiva como jogador do Fluminense

Recém-contratado, o meia Caio Henrique foi apresentado oficialmente como reforço do Fluminense na manhã desta quarta-feira (16), no Centro de Treinamento Pedro Antônio. Confira abaixo a íntegra da entrevista do armador:

Acerto com o Fluminense

Caio Henrique: É uma oportunidade muito grande jogar no Fluminense. Quando eu soube do interesse, fiquei muito feliz. Temos que trabalhar muito forte, pois temos muitos objetivos na temporada.

Caio Henrique: Comecei na base do Santos, sempre joguei avançado. Depois, fui recuando um pouco. Gosto de jogar de segundo volante ou até primeiro. Faço essas funções no meio de campo. Gosto de jogar mais recuado e tendo contato com a bola. Sou um jogador que gosta de armar o jogo.

Objetivos da temporada

Caio Henrique: O time está em construção. No ano passado, ficamos no meio da tabela. Temos que brigar por títulos, por coisas grandes. Estamos aqui para agregar. Chegaram jogadores de qualidade, o Fluminense está montando um elenco.

Possível chegada de Paulo Henrique Ganso

Caio Henrique: O Ganso tem vaga em qualquer equipe. Quando estava na base, o Ganso estava estreando. Sempre tive contato, vi jogar na Vila. Admiro desde cedo. Ele tem muita qualidade.

Falta de oportunidades no Atlético de Madrid

Caio Henrique: Estava no Atlético de Madrid e não tive muita oportunidade. Apareceu a chance de jogar no Paraná e eu abracei o projeto. Para o clube, não foi tão bom, mas eu tirei muitas lições. Tive experiência positiva pelo Paraná. Sou muito grato ao Atlético. É muito difícil, até pelo estilo de jogo. Não é normal os jovens estarem jogando porque a competitividade é muito grande. Estava sem espaço e vim para o Paraná, para jogar a Série A. Tive muitas lições e acabei despertando o interesse do Fluminense.

Conversa com Fernando Diniz

Caio Henrique: Conversei com o professor e expliquei onde me sinto melhor. Se precisar no meio, não tem problema. Joguei muito assim no Paraná, que tinha essa carência. Meu estilo de jogo combina mais com o Diniz. Gosto sempre de estar com a bola. Isso me interessou no Fluminense, o Diniz ter me contatado. A diferença é essa, o Simeone tem muita intensidade, mas não trabalha muito a bola. O Diniz agrega os dois. Estou fisicamente bem, cheguei uma semana depois e ainda estou pegando um pouco de ritmo. Se der tudo certo, acho que posso jogar.

Características de jogo 

Caio Henrique: Tenho a característica do passe. Já fiz a função que o Ganso faz no Santos. É uma oportunidade grande. Não tive sequência no Atlético e o Paraná foi rebaixado. É mais uma chance de começar do zero. Fiz contato através do Diniz. Pelas características dele, acho que meu jogo encaixa bem.



VEJA AINDA:

Confiante em desfecho positivo, Ganso já procura apartamento no Rio de Janeiro

Fluminense projeta levar Ganso ao Maracanã no próximo sábado

Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com 

PUBLICIDADE