Reconhecimento




Manoel (Foto: Marcelo Gonçalves / Fluminense F.C.)



Confesso que bateu uma frustração com o empate no Morumbi, pois dava para a rapaziada do Diniz ter saído com a vitória. Primeiramente, o Fluminense tem mais time que o São Paulo. Segundo, a equipe paulista estava bem desfalcada e ainda perdeu dois jogadores ainda na primeira etapa por conta de lesões.

O Fluminense iniciou muito bem. Até os vinte e cinco minutos, a partida era basicamente ataque contra defesa, mas faltou caprichar na última bola. O Germán Cano, por exemplo, não estava bem. Ganso é outro que deixou a desejar. O camisa dez até deu assistência para o gol do André, mas errou muitos passes. Jhon Arias esteve abaixo da média.

Ganso, Arias e Cano estão fazendo uma grande temporada, mas tem dia que não dá. Acontece, é do jogo. Ainda assim, o Fluminense dominou a maior parte do duelo. O São Paulo teve a felicidade de achar dois gols ainda no primeiro tempo e, consequentemente, virar o jogo. Uma coisa que chamou atenção foi a entrada do Diego Costa no Samuel Xavier. Absurdo! Era para ter sido expulso.

No segundo tempo, o Fluminense seguiu dominando, mas dando espaços para o São Paulo contra-atacar. As mudanças feitas pelo Fernando Diniz, em especial, as entradas do Nonato e  Nathan, surtiram efeito. Merecidamente, o Tricolor empatou através do Manoel.

O Fluminense buscou a vitória até o apito final. E isso é digno de elogio, muito mesmo. Por mais que o contexto do São Paulo para esse jogo tenha sido problemático, não podemos esquecer do peso da camisa deles e que estavam jogando com o apoio de quase 50 mil torcedores.

Conforme comentei no início do texto, bateu uma frustração, porém, o Fluminense saiu do Morumbi ainda mais fortalecido, pois o time teve uma postura de acordo com a grandeza do clube.

Curtinhas:

– E o Caio Paulista? Que lance bizarro. É que sempre falo: a relação dele com a bola é uma luta de UFC.

– Nino fez muita falta. E fará mais ainda se sair agora…

– Luccas Claro não entrou bem.

– Martinelli não aproveitou a oportunidade.

– O que faz o Willian Bigode no Fluminense?

– Siga-me no Twitter através do perfil @ViniFLU18

Forte abraço e ST

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE