Viagem imaginária




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor

A humanidade vive tempos extremamente difíceis. Há mais de um ano, milhares de pessoas morrem diariamente por causa da pandemia. Não há como fingir que está tudo normal… Como a vida tem que seguir, mas com muitas restrições, o futebol acaba sendo uma válvula de escape emocional. Depois de oito anos, o Fluminense volta a disputar a Copa Libertadores da América. Porém, com portões fechados. Baita azar da América do Sul, que deixará de ver o show da melhor e mais bonita torcida do mundo.

No último sábado, acordei e a minha mente deu uma bela viajada… Nessa viagem imaginária, vi vários pontos de vendas de ingressos lotados e anúncio na rede social de que o setor sul já estava esgotado. Deu uma leve vontade de chorar, mas conforme comentei no início: “a vida tem que seguir”.

Ainda assim, o imaginário teima em brincar com o meu sentimento. De hora em hora, fico imaginando o esquenta pré-jogo, corredor humano para recepcionar o ônibus, sinalizadores, batucada, morteiros, copo de cerveja voando pro alto e cânticos estremecendo as redondezas do Maracanã. E lá vem uma lágrima querendo descer novamente…

O Maraca estará fechado para a torcida tricolor, mas não tenho dúvida de que cada um de nós enviará toda a sua inabalável fé para o estádio na próxima quinta. A mesma fé que fez o Fluminense viver momentos emocionantes e históricos ao longo dos seus quase 119 anos.

Contra tudo e contra todos, o mínimo que a torcida espera é que o time lute até o fim pela “Glória Eterna“. No imaginário, muito pó de arroz, bandeiras ao vento e uma grande multidão movida pelo sentimento verde, branco e grená explodindo de emoção na arquibancada do Maracanã. Dias melhores virão. Tenho fé que sim.

“Uma torcida não vale a pena pela sua expressão numérica. Ela vive e influi no destino das batalhas pela força do sentimento. E a torcida tricolor leva um imperecível estandarte de paixão” – Nelson Rodrigues

Forte abraço e ST!

Vinicius Toledo

Agenda tricolor na Copa Libertadores 2021

1ª rodada

22/04 – Quinta-feira – 19h – Fluminense x River Plate – Maracanã – Rio de Janeiro (RJ)

2ª rodada

28/04 – Quarta-feira – 21h – Independiente Santa Fé x Fluminense – Estádio Metropolitano de Techo – Bogotá (COL)

3ª rodada

06/05 – Quinta-feira – 19h – Junior Barranquilla x Fluminense – Estádio Metropolitano Barranquilla – Barranquilla (COL)

4ª rodada

12/05 – Quarta-feira  – 21h – Fluminense x Independiente Santa Fé – Maracanã – Rio de Janeiro (RJ)

5ª rodada

18/05 – Terça-feira  – 21h30 – Fluminense x Junior Barranquilla – Maracanã – Rio de Janeiro (RJ)

6ª rodada

25/05 – Terça-feira  – 19h15 – River Plate x Fluminense – Estádio Monumental de Núñez – Buenos Aires (ARG)

PUBLICIDADE