VÍDEO – Prejudicado pela omissão da arbitragem de vídeo, Brasil fica apenas no empate diante da Suíça






Brasil ficou apenas no empate diante da Suíça

O Brasil não teve a estreia que se esperava na Copa do Mundo da Rússia. Neste domingo, 17 de junho, a Seleção Brasileira encarou a Suíça, em Rostov, e apesar do golaço de Philippe Coutinho para abrir o placar, os suíços buscaram e a partida terminou empatada em 1 a 1 (veja os melhores momentos no final da matéria).

Com o resultado, a equipe comandada pelo treinador Tite terminou esta primeira rodada da fase de grupos na segunda colocação, atrás da Sérvia, única do Grupo E com três pontos somados.

Primeiro tempo

A Seleção Brasileira abriu o placar logo aos vinte minutos do primeiro tempo com golaço de Philippe Coutinho. Após troca de passes entre Marcelo e Neymar, o camisa 11 recebeu na entrada da área e bateu colocado no ângulo do goleiro suíço Sommer.

O suíço empurrou o estático Miranda antes de cabecear, e os comandados de Tite pediram a anulação por intermédio do árbitro de vídeo, que não entrou em ação.

Aos 27 minutos, Renato Augusto criou a sua primeira situação de gol na partida. O representante do futebol chinês na Seleção Brasileira girou e enfiou a bola para Gabriel Jesus, que reclamou de ter sido agarrado por Akanji dentro da área. O árbitro mexicano César Ramos mandou o jogo seguir e voltou a abrir mão do recurso de vídeo, revoltando a equipe nacional.

Segundo tempo

O empate da Suíça também veio no início da segunda etapa, aos 5 minutos. Após cobrança de escanteio, o meio-campo Zuber cabeceou livre, cara a cara com Alisson, que ficou sem reação. O suíço empurrou o estático Miranda antes de cabecear, e os comandados de Tite pediram a anulação por intermédio do árbitro de vídeo, que não entrou em ação.

Mais um lance polêmico

Aos 27 minutos, Renato Augusto criou a sua primeira situação de gol na partida. O representante do futebol chinês na Seleção Brasileira girou e enfiou a bola para Gabriel Jesus, que reclamou de ter sido agarrado por Akanji dentro da área. O árbitro mexicano César Ramos mandou o jogo seguir e voltou a abrir mão do recurso de vídeo, revoltando a equipe nacional.

Modificado, o Brasil passou a pressionar a Suíça à base do desespero nos minutos finais, já sem muita organização tática. Neymar, por exemplo, queria decidir o jogo sozinho. E não era capaz. Nos acréscimos, Fernandinho e Miranda ainda desperdiçaram boas oportunidades de gol em sobras de bola.

VEJA TAMBÉM: VÍDEO – Com belo gol de falta, Sérvia supera a Costa Rica

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1 X 1 SUÍÇA

Local: Arena Rostov, em Rostov do Don (Rússia)

Data: 17 de junho de 2018, domingo

Horário: 15 horas (de Brasília)

Árbitro: César Ramos (México)

Assistentes: Marvin Torrentera e Miguel Hernández (ambos do México)

Público: 43.109 pessoas

Cartões amarelos: Casemiro (Brasil); Lichtsteiner, Schar e Behrami (Suíça)

Gols: BRASIL: Philippe Coutinho, aos 19 minutos do primeiro tempo; SUÍÇA: Zuber, aos 4 minutos do segundo tempo

BRASIL: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto), Willian, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus (Roberto Firmino)
Técnico: Tite

SUÍÇA: Sommer; Lichtsteiner (Lang), Schar, Akanji e Ricardo Rodríguez; Xhaka, Behrami (Zakaria), Shaqiri, Dzemaili e Zuber; Seferovic (Embolo)
Técnico: Vladimir Petkovic



Por Explosão Tricolor 

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE