Abel Braga revela que planejava se aposentar junto com Fred no Fluminense






Abel Braga revelou que estará no Maracanã para acompanhar o jogo de despedida de Fred

Em entrevista concedida ao jornal “Lance!“, o ex-técnico Abel Braga comentou sobre a aposentadoria do atacante Fred, do Fluminense, que irá pendurar as chuteiras no próximo mês. Abelão revelou que tentou convencer o centroavante a renovar com o Tricolor até dezembro deste ano. Segundo o ex-treinador, a ideia era que ambos se aposentassem juntos ao final da temporada. No entanto, no dia 28 de abril, o então comandante tricolor pediu demissão e antecipou o fim de sua carreira.

– Quando ele um dia chegou para mim e falou “Abel, não dá mais não, vou parar”. Falei calma, cara. No início o negócio estava correndo bem. Não estava nem correndo bem, estava com resultado. Jogando muito bem. Ele começou com um probleminha ou outro. Falei “vai ficar aqui até dezembro, termina seu ano”. Aí chegou um momento em abril, por aí, ele falou que não dava mais. Falei “vai dar um toque naquele moleque ali, caiu de produção para caramba”. Ele fazia esse meio-campo. Chegava para mim e falava “falei duas vezes com aquele cara, ele não mudou nada, dá uma porrada nele”. Eu ia, chamava e metia o pau. Normalmente no grupo, não chamava separado, não. Eu já tinha o perfil deles todos, sabia o que podia gritar e o que não podia. Tem jogador que tu grita e ele sobe, tem uns que você grita e vai abaixo – disse Abel Braga.
– A minha ideia era parar com o Fred. Ia ser incrível. A despedida do Fred como jogador de futebol e eu como treinador. Ambos no Fluminense. Frederico, não deu. O velho aqui não suportou a pegada, a pancada foi grande. Estava o mental e o físico. Meu ciático já não estava suportando mais. Muito voo, tudo longo, Rio a Barranquilla, depois a Manaus para Cuiabá, Cuiabá para o Rio. Esperei mais um ou dois jogos, não sei. Presidente, não dá mais. Gostaria imensamente. Estou falando nessa homenagem que todo mundo está mandando ser solidário a você, falar um pouco de você, queria que soubesse disso. Seria muito legal parar junto. Mas vou estar nessa despedida com certeza – completou o ex-treinador.

PUBLICIDADE