Acorda, Abelão!




Com toda sinceridade, não dá para entender o Abelão. A notícia de que o meia Sornoza poderá ser barrado para o decisivo duelo da próxima quinta, contra o Salgueiro-PE, deixou boa parte da torcida do Fluminense de boca aberta. Tudo bem que o equatoriano ainda não convenceu em 2018, mas será que a culpa é exclusivamente dele?

Ciente da limitação técnica do seu elenco, Abelão optou por um esquema mais conservador. Ao contrário de muitos torcedores, não acho que o esquema com três zagueiros seja algo “fora de moda”. Na verdade, o melhor esquema é aquele em que você consegue encaixar jogadores com as características necessárias para que ele vingue de verdade.

No caso do atual Fluminense, não consigo concordar com as escalações do Renato Chaves e Gum. Motivo? Não sabem sair jogando. Soluções? Entradas do Reginaldo e Airton. No esquema proposto pelo Abel, eu colocaria o Airton na sobra da dupla Reginaldo e Ibañez. Com certeza melhoraríamos bastante a saída de bola. Alguns tricolores colocam o Reginaldo no mesmo bolo do Gum e Renato Chaves, mas não é bem assim que a banda toca… Na reta final do último Brasileirão, Reginaldo era o zagueiro com a melhor performance de desarmes da Série A.    

Pelos lados do campo, o Ayrton Lucas iniciou o ano voando pelo lado esquerdo, mas na direita… Gilberto até tem boa força física, mas tem séria dificuldade na última bola e é muito atabalhoado. Apesar de alguns acharem loucura, eu testaria o Matheus Alessandro na ala direita. Tem velocidade, boa recomposição e habilidade. Tudo é questão de adaptação e o Estadual está aí para isso. No ano passado, vimos o atacante Calazans mandar muito bem como lateral-esquerdo. A hora de testar é agora!

No meio, eu iria de Richard, Jadson e Sornoza, mas… Segundo informação do jornalista João Mércio Gomes, do portal Lance!, existe a possibilidade do equatoriano ser barrado para a entrada do Robinho. A mudança idealizada pelo Abel deixaria o Fluminense com três zagueiros, dois alas, dois volantes e uma linha de três atacantes, ou seja, sem um meia organizador. 

Será que a barração do Sornoza é realmente a melhor solução para o time? Não seria o caso de corrigir o posicionamento dele no campo que tem atuado distante dos atacantes? O nosso atual camisa dez não é craque, mas jogando longe das proximidades da área e pelo lado do campo, realmente não renderá nada. Outro ponto importante que merece ser destacado é que o equatoriano é disparado a melhor opção de bola parada do atual elenco do Fluminense. Difícil entender as escolhas do nosso treinador…

Acorda, Abelão! 

Forte abraço e Saudações Tricolores!          

Vinicius Toledo 

 

Textos anteriores:

Balanço dos reforços contratados na “Era Pedro Abad”

Não cola mais



Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

SEJA PARCEIRO DO EXPLOSÃO TRICOLOR! – Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE