Alvo errado




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor

Ganhe 5% de desconto na Loja Virtual do Flu! Como? Utilize o código promocional no ato da compra: explosaotricolor



Alvo errado

Mais um fiasco em pleno Maracanã. E mais uma vez não conseguimos fazer um mísero gol. Apesar do show de horrores que temos visto nos últimos jogos, os jogadores seguem tendo o meu total apoio. Cinco meses de direito de imagem e dois de CLT atrasados é sacanagem. Com toda sinceridade, quem é que conseguiria treinar direito e jogar com a cabeça tranquila? Portanto, não entrei na onda do “TIME SEM VERGONHA”. Não condeno quem xingou, mas acho que miraram no alvo errado. A culpa é exclusivamente da diretoria e de todos aqueles que compactuam com ela.

Está muito nítido que a diretoria abandonou o elenco. Não à toa, o presidente Pedro Abad sumiu do mapa. Sobre o vice-presidente de futebol, Fabiano Camargo, que é da Flusócio, ninguém sabe, ninguém viu. Paulo Angioni? É o que tem aparecido para dar alguma satisfação, mas nem ele mesmo acredita no que fala.

Pelo histórico de ações danosas ao clube, não tenho dúvida alguma de que a diretoria está preparando mais uma bola de neve que nos custará “n” vezes mais lá na frente. Ou seja, os jogadores que terão seus respectivos contratos encerrados no final deste ano, dificilmente receberão esses atrasados. Talvez seja esse o maior incômodo do grupo. É para ficar incomodado mesmo. E muito.

O cenário é calamitoso em todos os sentidos. Pior do que as finanças arruinadas é a questão moral. A torcida já deixou o seu posicionamento muito bem definido: NÃO AGUENTA MAIS o presidente PEDRO ABAD e a sua terrível turma da FLUSÓCIO. O torcedor tem se afastado cada vez mais dos estádios e até das redes sociais. Como o Fluminense andará sem o seu maior patrimônio?

Ainda temos que resolver nossa situação no Campeonato Brasileiro. Infelizmente, tá mais fácil torcer contra os concorrentes do que pelo próprio Fluminense. Sobre a Copa Sul-Americana, como torcedor, farei o meu papel, mas é muito mais por uma obrigação comigo mesmo do que por acreditar numa possível virada. Na verdade, nem tenho pensado mais nesse jogo. E olha que abracei a competição continental com fervor desde o início.

Forte abraço!

Vinicius Toledo 



PUBLICIDADE