Que o ano acabe logo




É, meus amigos tricolores, vou falar a verdade pra vocês…

Eu tô torcendo pra que esse ano acabe logo e esse resto de campeonato passe voando.

Já tá muito difícil assistir aos jogos do Fluminense. Só amor explica.

Nós não vamos cair. Por mais que ainda precisemos de mais alguns pontinhos pra garantir matematicamente, o desempenho dos times de baixo da tabela nos mostra isso.

Triste terminar o ano tendo que se contentar com isso. Triste pra cacete.

Sinceramente, a cabeça tem que estar já no ano que vem. E aí, diretoria, o que vamos fazer pra evitar outra temporada com resultados patéticos?

Alguma boa sugestão vinda da Flusócio? Porque as últimas…

Teve muito problema de contusão? Teve.

Teve venda de jogador importante? Teve.

Mas não me venham justificar o elenco desequilibrado com isso. Até porque vários dos jogadores que se contundiram foram pratas da casa que foram alçados ao time principal pra compor elenco.

Não tem dinheiro né? Culpa de quem? Não era a gestão passada que pregava responsabilidade fiscal no clube?

Por sinal, são todos da mesma panela, do mesmo grupo político que tem conduzido o futebol do Fluminense há alguns anos com resultados de péssimos pra horríveis.

Agora deem o jeito!!!

O torcedor não aguenta mais ter que se contentar com tão pouco. Isso não tá de acordo com o tamanho do clube.

Vejo muitos torcedores crucificando o Abel nas redes sociais. Eu não estou entre eles, e vou explicar o porquê:

Ruim com ele, pior sem.

O cara absorveu muita porrada esse ano, não seria qualquer treinador que faria o mesmo. Esse deve ter sido o ano profissional mais difícil da carreira do Abelão, por tudo que aconteceu dentro e fora de campo.

Não sei qual será o destino dele ano que vem, mas espero que se ele ficar, que a diretoria ponha material melhor nas mãos dele.

O que nos resta é tentar botar água no chopp do Corinthians na próxima rodada.

Mas pergunto: será que dá com esse time?

No mais, VENCE O FLUMINENSE!!!



Pitacos do Toni:

– Não é possível que exista treino de bola aérea no Fluminense. Todo jogo é gol pelo alto.

– Wendel esqueceu o futebol dele em algum lugar. Talvez o jogo do moleque já tenha tomado o avião pra Paris antes dele.

– Muito tricolor reclama do Pedro. Eu acho que é um cara com um baita potencial, sempre defendi isso. Precisamos ter calma pra não queimar o moleque.

– E a expulsão do Marlon? Foi árbitro de vídeo? Por que o juiz demorou tanto pra apitar? Se tava em dúvida, perguntasse no momento do lance pros assistentes, o que fez com que a dúvida surgisse dois minutos depois dele claramente dizer pra um jogador do Cruzeiro que não ia dar cartão?

– Eu sei que em alguns lances os jogadores têm razão, mas me incomoda muito nesse time o tanto de reclamação com o juiz. Isso desconcentra o time. O pior é que o mais reclamão é justamente o nosso capitão. Aí fica difícil.

– Gol com linha de passe dentro da pequena área é sacanagem. Não tem desvantagem numérica que justifique.

Toni Moraes

 

Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

SEJA PARCEIRO DO EXPLOSÃO TRICOLOR! – Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE



  • ENIO MOURA

    Simplesmente não tem mais o que comentar! Se continuar falando mal da diretoria é insistir no óbvio!

  • Eduardo Tadeu Victor

    Para mim, o Abel é importantíssimo, se ele sair, a coisa vai ficar muito braba. Para 2018 é simples, temos que fazer uma campanha forte, o ano todo, com participação de tricolores ilustres para chegarmos a 100 mil sócios. Não tem jeito, esse é o único caminho. Além disso, temos que conseguir patrocinadores, e parar com esse negócio de pagar para jogador jogar noutro clube. Temos que encontrar um bom lateral direito, um bom lateral esquerdo, um camisa 10 pelo menos. Lucas não dá, Marlon não dá, e o Sornosa é bom jogador, mas não é craque. Para ficarmos com o Sornosa, temos que ter um craque no ataque. Mas o mais importante, é realmente organizar o Clube, ter um estádio para jogar, não atrasar salários, etc, etc etc. Precisamos pensar grande, e a torcida é , juntamente com a nossa história, o maior patrimônio de Fluminense e é com ela que a diretoria tem que contar, mas falta transparência , ninguém sabe por quanto realmente foram vendidos TODOS os jogadores do clube, nem quanto o clube está pagando para os jogadores que saíram do clube e os que estão emprestados e por aí vai.

    • A torre

      Precisa primeiro fazer uma “limpeza” no elenco e na folha: Diego Cavalieri, Gum, Orejuela, Pierre, Lucas, Marquinho… muitos desses jogadores que eu comentei recebem 300.000, sendo que o nível deles é de jogador de 30.000. Depois mantém o Abel, contrata um goleiro, lat direito, sobe alguns jogadores da base e mantém a base do time atual pro ano que vem. Depois bota esse marketing pra trabalhar pra a torcida “comprar a briga” no sócio torcedor e indo pro estádio (nossa torcida tem que fazer a parte dela tambem). Se fizerem isso e arranjar um patrocinador master (que pode bancar uma contratação de peso), pronto! Temos tudo pra fazer uma temporada melhor que essa e conquistar pelo menos um título (campeonato carioca ou sul americana, pelo menos)