Sinal amarelo nas Laranjeiras




Amigos Tricolores, sinal amarelo aceso nas Laranjeiras. O resultado de ontem preocupou a muitos, e é hora de concentrar todos os esforços numa boa recuperação.

A atuação de ontem foi muito ruim, sem muitas soluções criativas, e o time mais uma vez pouco perigo levou ao adversário.

Está difícil o Fluminense fazer o 100º gol na temporada. Com 99 gols em 60 jogos, o time passou nos últimos jogos a ter uma grande dificuldade ofensiva. Na verdade isso se verifica desde a saída de Richarlison, que, além de marcar, criava boas jogadas e sofria muitos pênaltis. Houve também uma queda de produção de Wellington Silva, que ontem chegou a ser barrado por Robinho, entrando no segundo tempo.

Apenas para não bater um desespero, é bom lembrar que o time atravessa a pior sequência de adversários do turno, assim como foi no primeiro turno. Difícil início com Santos fora, Atlético/MG em casa, Vasco, Vitória fora, Atlético/PR fora e Palmeiras ontem em casa. Pela frente ainda teremos Grêmio fora e Flamengo, só depois vindo uma sequência teoricamente menos complicada: Avaí e São Paulo em casa, Chapecoense fora e Bahia em casa.

Se pode também servir de explicação para o fraco desempenho de ontem, o time veio de um jogo e viagem bastante desgastantes, na altitude, quinta-feira passada, na batalha de Quito. Confesso que eu não esperava muito fisicamente do time ontem.

Ainda acho que a volta da zaga titular e o melhor ritmo de Sornoza darão fôlego novo ao time, que já teve ganhos significativos no retorno de Douglas. Robinho também pode evoluir na equipe.

Impressionante como aquela máxima (equivocadíssima na natureza, por sinal) de que um raio não pode cair duas vezes no mesmo lugar fura também no futebol. Quando Ramon acertou aquele chute mandraque no clássico contra o Vasco e decidiu o jogo todos achamos muito azar, e dissemos que ele nunca mais acertaria um chute daqueles. Ele ainda não acertou, mas ontem veio o Egídio e acertou o mesmo chute, do mesmo lugar.

Ou seja, o correto é marcar aquele tipo de conclusão, que já nos custou duas duras derrotas.

EMBAIXADINHAS:

– Terceiro cartão amarelo para Nogueira, que não jogará contra o Grêmio, domingo que vem.

– Em compensação, o Grêmio terá três baixas por terceiro cartão: Kannemann, Michel e Bressan, conforme Explosão Tricolor já publicou.

– Disputando a Copa Gatorade de vôlei feminino, em Lima, no Peru, nossas guerreiras venceram a seleção peruana por 3 x 1, na sexta-feira. No sábado perderam para o Vôlei Nestlé, por 3 x 1, e no domingo derrota para o Minas Camponesa, também por 3 x 1. A equipe tricolor se prepara para o Estadual e a Superliga feminina.

– Faltando duas rodadas para terminar o segundo turno dos Estaduais Sub-15 e Sub-17, o Fluminense está em terceiro lugar nas duas disputas. Os quatro primeiros jogarão as semifinais do segundo turno, em cada campeonato. O Fluminense ganhou o primeiro turno do Sub-15 e o Flamengo ganhou o do Sub-17.

Não é momento de desespero. Trabalhar e acertar o time, agora que haverá alguns meios de semana livres, para acertar o time para a reta final do Brasileirão e as quartas de finais da Sul-Americana, contra o time de remo, dias 25 de outubro e 1º de novembro.

Porque O IMPORTANTE É O SEGUINTE: SÓ DÁ NENSE!!!

Por PAULONENSE / Explosão Tricolor

A torcida tricolor aguarda por reação imediata do time

PUBLICIDADE