Transferência de Douglas para o Corinthians, estreia no comando do Flu, negociações por reforços e muito mais; veja a íntegra da entrevista de Marcelo Oliveira






Treinador concedeu sua segunda entrevista coletiva no Fluminense

O técnico Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva na tarde da última quarta-feira, no Centro de Treinamento Pedro Antônio. O comandante tricolor falou sobre a transferência do volante Douglas para o Corinthians, estreia no comandando do Fluminense, negociações por reforços, estratégia para o Brasileirão e muito mais. Confira a íntegra abaixo:

Clique aqui para realizar sua inscrição no canal do Explosão Tricolor no YouTube!

Transferência de Douglas para o Corinthians

Marcelo Oliveira: Eu o utilizei nos primeiros dias, na maioria dos dias que fizemos trabalhos táticos. Infelizmente ele teve que sair. É um volante técnico, que tem um bom chute. Nos cabe agora não lamentar e valorizar os que estão aqui.

Negociações por reforços

Marcelo Oliveira: O que combinamos quando nos reunimos para começar é que o Fluminense trouxesse pontualmente jogadores para posições que têm carência. Mas, no desenvolver das negociações surgiram oportunidades, que são essas que estão sendo tratadas pela diretoria (Junior Dutra, Everaldo e Bryan Cabezas). O mercado está restrito, não é fácil trazer um meia bom disponível e em condições de vir com as condições do Fluminense. Mas temos jogadores no clube que podem preencher bem. Sornoza está treinado muito bem. O próprio Luciano, daqui a pouco vai estar em condição de fazer essa função, um pouco por trás ou pelo lado, pela frente.

Situação de Gilberto

Marcelo Oliveira: Temos uma certa esperança. Está com menos dor do que nos dias anteriores. Quem sabe ele pode nos ajudar ainda nesse jogo (contra o Vasco).



Parada da Copa do Mundo 

Marcelo Oliveira: Foi muito boa, principalmente para um técnico que está iniciando um trabalho, para conhecimento dos atletas. Já havia enfrentado a maioria, mas não conhecia o dia a dia, as características, a personalidade, para criar um vínculo de equipe, foi ótimo. Confirmei a expectativa que os jogadores gostam de trabalhar, são muito dedicados e comprometidos. Essa parada representa um novo estado físico dos jogadores. Dá uma condição melhor para eles e uma preparação física, técnica e tática. Pode implicar em um jogo mais corrido e competitivo, mas também em jogadores mais descansados, com uma técnica melhor.

Estratégia para o Brasileirão

Marcelo Oliveira: Há detalhes e pontos importantes: bom aproveitamento em casa, buscar ponto fora, não perder para equipes que não vão disputar o título. Essas coisas no dia a dia vamos passando. São detalhes. Cada jogo no Brasileirão será difícil, mas são aspectos que temos que confirmar para poder chegar na frente.

Estreia no comando do Fluminense 

Marcelo Oliveira: Sempre que vamos fazer um trabalho, vamos com essa perspectiva, de ir preparado para fazer o melhor trabalho, colher os melhores resultados. Esse exercício tem que ser feito no dia a dia de preparação. Calhou de ser um clássico, sempre remete a rivalidade, mais emoção, um pouco de ansiedade. Mas essa ansiedade tem que ser dosada e na mesma proporção é uma grande oportunidade, como foi no Cruzeiro em que nós ganhamos esse primeiro jogo contra o Atlético. Pensamos em fazer um grande jogo. Oportunidade única de jogar um clássico e retomar a caminhada para colocar o Fluminense onde deve estar.



Mudanças implementadas na equipe 

Marcelo Oliveira: Nós temos a base do trabalho anterior, feito por um dos melhores técnicos do Brasil, que é o Abel. Pouco a pouco vamos colocando o que achamos importante, nossa maneira de observar e tentar colocar em campo os melhores jogadores, jogando da forma que eles se sentem mais à vontade. Tenho ficado bastante satisfeito com relação aos treinamentos. Jogadores dedicados. Creio que faremos um jogo competitivo, organizado e, se possível, com algumas jogadas técnicas ofensivas para que possamos ganhar o jogo.

Aposta no grupo do Fluminense

Marcelo Oliveira: Aposto muito no coletivo. Podemos não ter o melhor elenco do Brasil, não estar entre os primeiros, o Fluminense tem algumas dificuldades que são públicas, mas temos um grupo muito combativo, um time muito competitivo. Se tivermos organizados e competindo forte certamente ficaremos mais próximos das vitórias.

CONFIRA TAMBÉM: 

LDU entra disputa por Bryan Cabezas

Qual é a verdade? (por Vinicius Toledo)

Jornalista revela informação desanimadora sobre o retorno de Calazans

Fluminense oficializa chegada de atacante 



Por Explosão Tricolor / Fonte: Globo Esporte

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE