Volta do público no Rio prevê uma série de regras de segurança




Foto: Vinicius Toledo / Explosão Tricolor





Torcedores terão que seguir algumas regras para acompanhar os jogos

Um documento de 24 páginas, chamado “Medidas para o retorno das atividades esportivas – Futebol”, da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro, quer moldar o retorno do público aos estádios na capital fluminense. O texto, com as chamadas “regras de ouro”, prevê escalonamento de horários para chegada ao estádio já no ingresso vendido – com proibição de acesso caso o torcedor não cumpra o determinado -, orientação de torcedores para ocupação de assentos sinalizados nas arquibancadas e máscaras obrigatórias em todos locais.

O tema ainda gera discussão entre dirigentes, torcedores e chamou a atenção fora do país. O Rio de Janeiro, hoje, é o único local do país com previsão de permissão de público – no caso, 1/3 da capacidade do estádio a partir de 10 de julho.

Em lados opostos no retorno ao futebol, os clubes grandes se dividem sobre abrir os portões aos torcedores. Botafogo e Fluminense já se anteciparam em dizer que não vão abrir estádios em seus jogos. O vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, afirmou que “o Flamengo não aprova e nem reprova. Flamengo cumpre lei”. O Vasco ainda não se manifestou sobre o assunto.

O texto do decreto da prefeitura permite:

– Competições esportivas com capacidade simultânea máxima de 1/3, sem ultrapassar a regra de 4m² por pessoa;

– Venda de ingressos somente online ou caixas de auto atendimento.

CONFIRA TAMBÉM:



Por Explosão Tricolor / Fonte: Globo Esporte

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE