Chocolate amargo!




Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Por hoje vamos esquecer um pouco a política tricolor e todos os efeitos deletérios que dela advêm. Só por hoje vamos tentar nos concentrar na essência do futebol, que é a bola em campo, e na essência do torcedor, que é vibrar, torcer e comentar a partida antes, durante e após ela. Enfim, pelo menos hoje vamos fingir que os bastidores das Laranjeiras não estão afundando o clube e a sua tradição.

Que partida o time fez contra o Botafogo! Toque de bola envolvente, jogadas em profundidade, preparo físico inacreditável e muita luta honrando o manto. Esse é o Fluminense que todo o tricolor quer ver em campo. Um time com alma e com técnica para dominar o adversário durante os 90 minutos.

“Ah, mas o que importa é bola na rede.” Pode ser. O que o time apresentou no Engenhão foi digno de nos encher de esperança. Se jogar assim toda partida, duvido que os resultados serão os mesmos. O Botafogo deu sorte! Achou dois gols e contou com uma noite absurda do goleiro Jeferson. Nada mais! Acreditem: se o time entrar em campo com a mesma garra e disposição tática de ontem vai longe neste Brasileirão.

Quem viu Gilberto voando pela direita, Marcos Jr deixando os zagueiros pra trás e Pedro fazendo gol de peito sabe bem que isso é o futebol que todo brasileiro quer ver. Jadson um monstro e Sornoza voando em campo! Foi um chocolate, apesar do gosto amargo no final.

E os números da partida provam a superioridade gigantesca do Fluminense e que foi reconhecida até pelo técnico do time adversário. Footstats.net: posse de bola – 55% a 45% para o Fluminense; finalizações – 20 a 8; cruzamentos – 35 a 16; passes – 430 a 285, com acerto de 90% contra 88 Em tudo o time foi melhor. Só faltou a vitória!

Se existe o conceito de “vitorioso moral” no esporte, ele vai para o Fluminense contra o Botafogo. Uma aula de futebol. Acredito até que a torcida deles deveria ter aplaudido de pé o time de guerreiros. Afinal, os comandados de Abel fizeram o ingresso valer a pena para eles também.

Mas em toda derrota as lições devem ser aprendidas. Se é verdade que o time foi muito melhor que o Botafogo, não é menos verdade que nas próximas partidas ele deve acertar o pé. O conceito de dominar o jogo e não jogar na retranca me agrada, mas é preciso que as oportunidades sejam convertidas em gol. Sem ele, a vitória não vem e o futebol bonito pode dar lugar às críticas.

Um time sempre tem que matar o jogo quando pode. Não pode dar chance ao adversário. Cada jogador deve ter a capacidade de esquecer a decepção anterior por ter cometido uma falha e se concentrar na próxima jogada, no próximo ataque e na próxima organização defensiva. Enfim, a sucessivas falhas não podem ser decepção a ponto de travar o atleta e lhe provocar um apagão na hora de marcar.

Tais conceitos podem e devem ser observados pela comissão técnica nos treinamentos desta semana. O foco deve ser melhorar a execução das jogadas e manter o mesmo nível coletivo apresentado no Engenhão. Não lamentar a derrota e produzir pensamentos e afirmações positivas sobre o próximo jogo. Nada de abaixar a cabeça!

Além da questão psicológica, a finalização precisa ser treinada exaustivamente. Apenas a repetição de jogadas nos treinos levará à perfeição. De nada vai adiantar uma bela partida sem concretizá-la em gol. Afinal, é dele que vive o futebol. Portanto, pé na forma e concentração na hora de marcar deve ser o martelo batendo na cabeça dos jogadores nesta semana.

Em resumo, o time foi grande no Estádio Olímpico, mas deve aprender com os erros da partida e crescer com eles, evitando-os nas próximas rodadas. Tenho certeza que se o time mantiver o nível, a expectativa de lutar pra não cair aumentará um degrau e permitirá que o torcedor sonhe com algo um pouco melhor neste ano.

Sem ilusão! Não temos o melhor time do universo e não vamos ganhar o Brasileirão. Mas se o time apresentar com frequência o que fez na noite de ontem, poderá atingir pontuação superior à necessária para escapar do Z-4.

Ontem ressurgiu o orgulho de ser tricolor.

Ser Fluminense acima de tudo!

Evandro Ventura



Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com



PUBLICIDADE