Ministro do STF nega habeas corpus a agressor de Pedro Scudieri




Foto: Divulgação / Bravo 52

Ganhe 5% de desconto na Loja Virtual do Flu! Como? Utilize o código promocional no ato da compra: explosaotricolor



Acusado de homicídio, agressor de Pedro Scudieri permanecerá preso

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido de habeas corpus movido pela defesa de João Victor Correia Giffoni Hygino, integrante da Torcida Força Jovem do Vasco, acusado de agredir e quase matar o torcedor tricolor Pedro Scudieri.

De acordo com o ministro, “não se pode analisar em um habeas a alegação apresentada pela defesa, no sentido de que não existem nos autos indícios de autoria e materialidade do delito”.

Após as agressões sofridas, o torcedor do Fluminense teve traumatismo craniano e chegou a ficar em estado vegetativo. O caso aconteceu em fevereiro de 2017, próximo ao Maracanã.

Dica de presente Natal: camisas retrôs do Fluminense de 1952, 1964 e 1976; leitor do Explosão Tricolor tem desconto!

Junto com outros torcedores, que são corréus na ação, João Victor responde a denúncia por tentativa de homicídio. Ele teve sua prisão preventiva decretada pela 4.ª Vara Criminal da Comarca do Rio, “para garantia da ordem pública”.

Clique aqui para seguir o Explosão Tricolor no Instagram!

Clique aqui para realizar sua inscrição no canal do Explosão Tricolor no YouTube!



VEJA AINDA:

Sem contratações e renovações, veja como está o elenco do Fluminense e as possíveis escalações

Justiça condena o Fluminense a pagar bolada milionária a Henrique

Por Explosão Tricolor / Fonte: Estadão

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com 

PUBLICIDADE