Sobre o Fernando Diniz, Leo Percovich e especulações…




Utilize o cupom de desconto do Explosão Tricolor no ato da compra → explosaotricolor



Sobre o Fernando Diniz, Leo Percovich e especulações…

Finalmente, o Fluminense anunciou o seu treinador para 2019. Após tantas incertezas, Fernando Diniz é o cara que terá a árdua missão de comandar um elenco esfacelado, limitado e bastante jovem. Ou seja, terá que tirar leite de pedra.

O novo comandante não terá vida fácil. Analisando friamente, o Fluminense iniciará o próximo ano com uma única missão: permanecer na Série A. O que vier além disso é para agradecer a Deus. E muito!

Na minha visão, o Fernando Diniz seria um excelente nome para comandar a divisão de base. Cheguei a comentar sobre isso na semana passada. Acho que se bancássemos a filosofia de jogo dele, a partir do Sub-15, formaríamos umas três ou quatro gerações afiadas, mas já que preferiram colocá-lo no profissional, vamos apoiá-lo.

Não sei se isso pode ser chamado de vantagem, mas o Fernando Diniz, que está acostumado a trabalhar com orçamentos modestos, deve ter as divisões inferiores do futebol brasileiro muito bem monitoradas. Portanto, acredito que isso possa ser um facilitador na hora de indicar um ou outro jogador promissor para o Fluminense.

Além do Diniz, Leo Percovich foi a outra novidade da última quarta. O uruguaio deixou o Sub-20 para assumir o cargo de auxiliar permanente do Fluminense. É uma boa? Só o tempo dirá. A verdade é que o trabalho de Percovich no Sub-20 não apresentou resultados satisfatórios. No entanto, a qualidade da atual geração da referida categoria não foi das melhores.

Considerando o terrível cenário financeiro do Fluminense, acho que o Fernando Diniz ficou de bom tamanho. Resta saber se a diretoria dará o mínimo de condição aceitável para que ele possa trabalhar já que o desenho do elenco para 2019, até o presente momento, está muito feio.

Seja o que Deus quiser!

Rapidinhas

– O volante Bruno Silva, do Cruzeiro, é um bom nome. Espero que o Fluminense consiga contratá-lo.

– O nome do Vinícius, ex-Bahia, foi comentado nos bastidores do clube. Na minha visão, acho que seria uma boa, considerando a atual situação financeira do clube.

– E a conversa de renovação com o Gilberto? Como ficou?

– Mais um ano sem patrocínio máster? Quando é que a área responsável por angariar patrocinadores conseguirá algo?

Vinicius Toledo



PUBLICIDADE