Fernando Diniz fala sobre possibilidade de poupar jogadores, situação de Ganso, necessidade de contratação e muito mais; confira a coletiva completa




Fernando Diniz (Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC)

Utilize o cupom de desconto do Explosão Tricolor no ato da compra → explosaotricolor



Coletiva completa do técnico Fernando Diniz

Após a vitória do Fluminense sobre o Boavista por 3 a 0, em duelo válido pela quinta rodada da Taça Rio, o técnico Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva. O comandante tricolor comentou sobre a atuação da equipe, interesse do São Paulo em Marcos Calazans, Paulo Henrique Ganso, possibilidade de poupar o time e muito mais. Confira abaixo:

Gol no começo

Fazer gol no começo da partida é sempre bom. Eu não sei o quanto isso influenciou, difícil precisar. Fiquei contente foi com o desenvolvimento da equipe independentemente de ter feito gol no início. Estava muito concentrada, ofereceu pouco perigo ao rival. Da maneira com que jogamos, a vitória seria muito provável até sem o gol no começo.

Marcos Calazans

Eu sei do interesse do São Paulo, conversei com ele. A minha intenção é que ele fique, mas não depende só de mim. Depende de outras coisas, de valores e da vontade do Marquinhos. Ele estava sendo importante, foi muito utilizado por mim. Estava muito no começo quando falamos, ele não falou nada. Eu não sei em que pé está a negociação e também não sei o que o Marquinhos pensa.

Vai poupar jogadores?

A gente vai resolver isso só no sábado, quando os jogadores vão chegar. Vamos ver como vamos montar a equipe para o clássico pensando também no jogo lá do Chile.

Paulo Henrique Ganso preocupa?

Acho que não, que não é problema. Vamos reavaliar amanhã e sábado. Acredito que poderemos contar com ele domingo.

Por qual motivo usa poucos jogadores da base?

O Fluminense não é uma divisão entre jogadores da base e de jogadores que vieram de outros clubes. Essa divisão não existe, não tem o menor sentido. Se tiver de os 11 da base, como foi quase na estreia do Carioca, quando usamos muito, a gente vai usar. Eu boto no campo quem eu acho que vai representar bem o time e está em melhor momento.

Sem Digão na Copa Sul-Americana, quem será escalado?

Vou pensar primeiro no Botafogo. Depois, vou ver como montar o time contra o Antofagasta. A notícia triste foi a lesão do Digão, a nossa grande liderança. Tem o apoio de todo mundo, tem ascenção positiva sobre os jogadores, o que me ajudou muito desde a minha chegada. Torço pela recuperação, vai aproveitar um pouco a família. Quando ele voltar, vamos acolher ele muito bem quando ele voltar.

Importância da Copa Sul-Americana

É um torneio extremamente importante. É a única competição continental que a gente disputa na temporada, então, vamos nos empenhar ao máximo para conseguir grande resultado lá no Chile.

Há necessidade de contratar novo zagueiro?

Por ora, a gente não pensou nisso. É muito recente. Temos um elenco qualificado. Pela mobilidade da equipe, talvez a gente consiga colocar jogador de outra posição ali. Minha maior preocupação é pela ausência da liderança dele.

Clique aqui e veja a lista com as últimas notícias do Fluzão!

VEJA AINDA:

+ Péssima notícia: Digão sofre séria lesão

+ Vale a pena? Portal lista dezoito jogadores de grandes clubes que não estão sendo aproveitados na atual temporada

+ O fundo que gera preocupantes dúvidas e questionamentos (por Vinicius Toledo)

+ VÍDEO – Em fase final de recuperação, Pedro faz treino de finalizações e mostra pontaria afiada

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal do YouTube

Explosão Tricolor / Fonte: GloboEsporte.com

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE