Eleito o melhor em campo contra a Chapecoense, André se emociona ao lembrar que quase foi emprestado pelo Fluminense: “Nunca parei de trabalhar, perseverei”




André (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)



Volante acabou permanecendo no Fluminense após a grave lesão sofrida por Hudson

Eleito o “Craque do Jogo” na vitória por 3 a 0 sobre a Chapecoense, na noite da última quinta-feira (09), no Maracanã, o volante André se emocionou em entrevista concedida na saída do gramado. O meio-campista ficou com lágrimas nos olhos ao lembrar que quase foi emprestado pelo Fluminense no primeiro semestre deste ano.

– Foi uma temporada muito difícil para mim. Principalmente no começo, quando não tive muitas oportunidades. Pensei em sair, não sabia se ficaria ou não, mas graças a Deus recebi uma oportunidade. Nunca parei de trabalhar, perseverei. E deixar o agradecimento a Deus, à minha família, meu irmão, que largou tudo para ficar comigo. Ao torcedor que desde o começo esteve do meu lado, até quando não tinha oportunidade. Estou muito feliz. Infelizmente não conseguimos a vaga direta, mas empenho não faltou. Agora é focar, fazer uma boa pré-temporada para pegar a fase de grupos – disse André.



Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE