Flu completa 50 jogos na temporada e Explosão Tricolor apresenta os números




Amigos Tricolores, o Fluminense completou 50 jogos na temporada, e o Explosão Tricolor vai apresentar os números e fazer uma análise do desempenho tricolor.

Vamos aos números:

Em 50 jogos foram 23 vitórias, 13 empates e 14 derrotas. O time marcou 92 gols e sofreu 63.

Placar médio nos 50 jogos: Fluminense 1,84 x 1,26 Adversário, 1º tempo 49 x 37, 2º tempo 43 x 26.

Vamos aos artilheiros?

Henrique Dourado continua em fase excelente, e mesmo desfalcando o time em alguns desses 10 últimos jogos, continua disparado na artilharia. No ano já soma 24 gols, tendo atuado em apenas 38 partidas. O vice-artilheiro, Richarlison, com 15 gols, infelizmente foi vendido.

Henrique Dourado – 24

Richarlison – 15

Wellington – 8

Sornoza, Gustavo Scarpa, Pedro e Wendel – 5

Marcos Junior, Léo e Renato Chaves – 3

Lucas, Nogueira, Henrique e Reginaldo – 2

Marquinho, Douglas, Renato, Mascarenhas, Osvaldo, Danielzinho e Marlon Freitas – 1

Gol contra a nosso favor (Maicon, do Avaí) – 1

Gol contra:

O Flu fez um: Nogueira, para o Nova Iguaçu.

21 diferentes jogadores já marcaram no ano!

Foram utilizados até agora 38 jogadores na temporada!

Assistências (que geraram gols):

Gustavo Scarpa – 9

Wellington – 8

Sornoza – 7

Richarlison – 6

Léo – 5

Lucas e Marquinhos Calazans – 4

Douglas e Henrique Dourado – 3

Renato Chaves, Marcos Junior, Pedro, Wendel e Marlon – 2

Goleiros vazados:

Diego – 25 gols em 20 jogos

Júlio César – 35 gols em 30 jogos

Marcos Felipe – 2 gols em 2 jogos

Orejuela – 1 gol em 1 jogo

Estádios onde o Flu mais atuou:

Maracanã – 15

Giulite Coutinho – 5

Los Lários e Engenhão – 4

Moça Bonita – 3

Cartões amarelos:

Henrique Dourado e Richarlison – 11

Henrique – 9

Nogueira, Lucas e Léo – 8

Renato Chaves, Renato e Marquinhos Calazans – 7

Sornoza – 6

Wendel, Reginaldo, Orejuela e Marcos Junior – 5

Luiz Fernando e Douglas – 4

Cartões vermelhos:

Diego Cavalieri – 2 (contra Goiás e Flamengo)

Douglas (por 2 amarelos, contra Madureira) – 1

Reginaldo (por 2 amarelos, contra Botafogo) – 1

Nogueira (contra Grêmio) – 1

Orejuela (contra Sport) – 1

Pênaltis:

15 PRÓ: 12 convertidos e 3 perdidos (80% de aproveitamento)

Convertidos: Henrique Dourado (9) e Richarlison (3)

Perdidos: Osvaldo e Sornoza (2)

3 CONTRA:  2 perdidos (pelo Volta Redonda, defendido por Marcos Felipe, e pelo Coritiba, por cima do travessão) e 1 convertido (pelo Goiás).

DISPUTA DE PÊNALTIS:

Fluminense 4 x 2 Flamengo

4 batidos e convertidos (Lucas, Henrique, Marquinho e Marcos Junior)

4 batidos pelo adversário, dois convertidos, um defendido por Júlio César e um para fora

Faltas diretas:

O Flu fez um gol de falta em cobrança direta: Sornoza, contra o Sinop.

O Flu sofreu 3 gols de falta direta: Guerrero (Fla), Edilson e Luan (Grêmio).

PITACOS CURIOSOS:

– O Flu marcou 92 gols em 50 jogos, e vai passar com certeza dos 100 gols na temporada.  O time vai jogar ainda um mínimo de 23 jogos em 2017: 20 no Brasileirão, 2 (no mínimo) na Sul-Americana e 1 (no mínimo) na Primeira Liga.

– Com 92 gols pró e 63 contra, o Fluminense tem um bom aproveitamento de ataque, mas um desempenho defensivo muito ruim. Observem o número de gols atingidos em 50 jogos nas últimas 10 temporadas:

2017 – 92 x 63

2016 – 71 x 48

2015 – 68 x 62

2014 – 91 x 58

2013 – 70 x 57

2012 – 84 x 39

2011 – 81 x 61

2010 – 98 x 51

2009 – 65 x 61

2008 – 93 x 63

Foi o pior desempenho da defesa. Se o time não acertar a defesa não irá a lugar nenhum no ano. Com problemas ao longo de 2017, a equipe sofre com a indefinição da zaga titular, seja por problemas técnicos ou por contusão. Henrique foi titular o ano inteiro, mas nunca teve a definição de um companheiro. Já jogou com Renato Chaves, Nogueira, Reginaldo e Frazan. Gum ainda está entregue ao departamento médico, sem previsão de retorno.

– Dez jogadores da base já estrearam no time de cima este ano: Patrick, Frazan, Marquinhos Calazans, Wendel, Mateus Norton, Matheus Alessandro, Mascarenhas, Luquinhas, Marlon Freitas e Peu. Oriundos da base, mas vindos de empréstimos, Lucas Fernandes e Reginaldo também estrearam. Destaque absoluto para Wendel. É a força de Xerém!

– Repito a pergunta que tenho feito: alguém tem saudade de Cícero, Wellington Silva (lateral), Edson, William Matheus, Giovanni, Jonathan…?

– O Flu disputa atualmente 3 competições simultaneamente, depois de perder a final do Carioca, em jogo decidido por uma falha escandalosa da arbitragem, e a Copa do Brasil, onde foi eliminado pelo Grêmio. Estamos nas oitavas na Copa Sul-Americana, e na Primeira Liga o time está nas quartas-de-finais, e enfrentará o Londrina, fora.

– As contusões decorrentes da sequência da temporada, juntamente com as suspensões por cartões, devem gerar cada vez mais desfalques. O time sofreu com saídas importantes, de três de seus principais jogadores, que ficaram fora por muito tempo: Gustavo Scarpa, Wellington Silva e Sornoza, este ainda sem previsão de retorno, mas já treinando com bola.

– Muito sentida a saída de Richarlison, que com certeza vai fazer falta.

– Também muito ruim a saída de Marquinhos Calazans, com grave contusão no joelho, só devendo retornar em 2018.

– Pra cima deles, FLUZÃO!!! Vamos melhorar estes números sempre!

Porque O IMPORTANTE É O SEGUINTE: SÓ DÁ NENSE!!!

Por PAULONENSE / Explosão Tricolor

Com 24 gols, Henrique Dourado é o grande artilheiro da temporada (Foto: Gazeta Press)

 

PUBLICIDADE