Justiça rejeita pedido de liminar para suspender a Assembleia Geral convocada por Pedro Abad




Foto: Fluminense FC

Ganhe 5% de desconto na Loja Virtual do Flu! Como? Utilize o código promocional no ato da compra: explosaotricolor



Justiça rejeita pedido feito por sócia-proprietária do Fluminense

A juíza Sylvia Therezinha Hausen rejeitou pedido de liminar para suspender a Assembleia Geral Extraordinária convocada pelo presidente Pedro Abad, que tem como objetivo mudar o Estatuto do Fluminense para viabilizar a antecipação da eleição presidencial. A informação foi revelada em primeira mão pelo jornalista Marcello Neves, do jornal “Lance!”.

A ação tem como autora Letícia Tavares Gomes, sócia-proprietária do Fluminense. Ela argumentava o fato de a antecipação ir contra o estatuto tricolor, ferindo direitos de sócios que estariam aptos somente no pleito original, no fim do ano.

Vale destacar que a sócia ainda pode recorrer da decisão da magistrada.

Confira abaixo a íntegra da decisão da juíza Sylvia Therezinha Hausen:



VEJA AINDA:

Jornalista revela o motivo do Caio Henrique ainda não estar treinando em campo com o elenco do Fluminense

Entrega de jogo, fraude em sorteio e muito mais: ex-estagiária publica acusações bombásticas sobre os bastidores do Fluminense em 2014

Por Explosão Tricolor

E-mail para contato: explosao.tricolor@gmail.com 

PUBLICIDADE