Briga pela titularidade no Fluminense, dependência química e suspensão por doping: Confira a entrevista de Rodolfo




Foto: Fluminense FC

Apresentado oficialmente na tarde desta segunda-feira (12), o goleiro Rodolfo concedeu sua primeira entrevista coletiva no Fluminense. O arqueiro falou sobre a briga pela titularidade no clube das Laranjeiras, sua luta contra a dependência química e muito mais. Confira na íntegra abaixo:

Luta contra a dependência química

Rodolfo: As pessoas sempre falam que aprendemos com os erros. Já errei muito na minha vida, por conta de uso de drogas… Posso dizer que já fui no fundo do poço e já saí de lá. Hoje estou me reerguendo, estou em um clube maravilhoso. Fluminense está abrindo as portas para mim. E eu tenho que agarrar a oportunidade do jeito que agarro a bola no campo. Tenho que correr atrás, tenho que pensar só no meu trabalho, na minha família, porque as coisas que eu fiz de errado me prejudicaram bastante. Eu aprendi bastante com os erros, mas procuro aprender cada dia mais. Cada dia tenho que estar lutando. A dependência química é uma doença. Eu tenho essa doença. Tenho que lutar dia após dia, não posso cair no esquecimento. Venho aprendendo todos os dias, com pessoas, com novas amizades. Tenho que estar sempre alerta. 

Suspensão por doping

Rodolfo: Foi sorte ter caído (no antidoping). Provavelmente se eu não fosse pego no doping, eu estaria usando até hoje. Se eu não já tivesse encerrado minha carreira, teria morrido… Alguma coisa teria acontecido de ruim. Então, eu ter caído no doping foi minha salvação. Foi o que aconteceu para me tirar de vez desse mundo.



Briga pela titularidade no Fluminense

Rodolfo: Vou trabalhar para conseguir a titularidade. O Marco, De Amores e Júlio César são excelentes goleiros. Quem se sair melhor. Sempre quando chego a algum clube, chego com pensamento de trabalhar para conseguir a titularidade. Se eu for titular, reserva, vai ser a comissão técnica que vai escolher. Vou fazer meu papel.



CONFIRA TAMBÉM:

Balanço dos reforços contratados na “Era Pedro Abad” (por Vinicius Toledo) 

Abel Braga testa novo esquema sem o Sornoza  

Veja o relato de Rodolfo sobre o maior drama da sua vida  

Bloco Máquina Tricolor pintou Nova Friburgo de verde, branco e grená; veja as imagens!



 

Por Explosão Tricolor / Fonte: Globo Esporte

Siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook

INSCREVA-SE no nosso canal do YouTube e acompanhe os nossos programas!

SEJA PARCEIRO DO EXPLOSÃO TRICOLOR! – Entre em contato através do e-mail: explosao.tricolor@gmail.com

PUBLICIDADE